Não há comida mais consensual do que a italiana. São poucos os que não gostam de pizza — e há sempre que desconfiar dessas pessoas — ou então de um bom prato de esparguete. É que na junção de massa, queijo e bons enchidos, há pouco que possa correr mal.

É por isso que, por muitos pad thais, poke bowls ou tostas de abacate que apareçam no cenário gastronómico português, os restaurantes italianos nunca deixarão de ter sala ceia.

Prova disso são os muitos que todos os anos abrem por todo o País, sendo Lisboa o epicentro das novidades. Veja aqui a lista das mais recentes inaugurações — desde cafés onde pode tomar o pequeno-almoço a um bar com pizzas vegan.

1. Vizza

É um bar, com música, cocktails e neóns. Mas também tem pizzas, e todas vegan.

São apenas seis: a Lady Mari (8€), a lembrar a marinara sem queijo; a Maggie (9€), uma marguerita clássica; a Smoked Shroom (13€), com queijo defumado, cogumelos, e cebola roxa; a Chinni’s (10€), com curgete, queijo mozzarella e molho de azeitonas; a Fanshy Take (14€), com cogumelos, queijo e azeite de trufa; a Sweet Onion (10€) que, segundo Ricardo, “ou se ama ou se odeia”, devido à mistura da cebola e do queijo com maple syrup.

Entrada há só uma e sobremesa também. Feita com quê? Pizza, claro. Para começar vem um cesto com aparas de pizza e três dips: pesto, molho de tomate e paté de azeitona e, para acabar em grande, a maior das gordices: uma pizza doce feita com Nutella vegan, pistachio e açúcar em pó.

Morada: Praça das Flores, 57, Lisboa
Telefone: 924 318 145.
Horário: 19h-24h. Fecha segunda e terça-feira

Esqueça o bacon e as natas. O chef Tanka ensina a fazer a verdadeira carbonara
Esqueça o bacon e as natas. O chef Tanka ensina a fazer a verdadeira carbonara
Ver artigo

2. Visconti

Este restaurante promete uma viagem por Itália em 13 pizzas, cinco massas, dois risottos e ainda opções de carne e peixe.

Todos os ingredientes são premium e é difícil errar na escolha. Ainda assim, destacamos aqui a pizza Primavera, feita com mozzarella de bufala, tomate, cebola, curgete, azeitona e beringela (15€) ou o típico Cacio e Pepe, uma receita que chega de Roma e se apresenta como uma massa linguine com pimenta e parmesão (13€). Não há como fugir ao entrecôte toscano (25€) com 240 gramas e maturado por 21 dias.

Nas sobremesas, os clássicos. Não faltam o tiramisù (7€), a panacotta (6€) e os profiterolles (6€).

Morada: Largo Rafael Bordalo Pinheiro, 18, Lisboa
Telefone: 21 346 1512
Horário: 19h-24h

3. La Squadra

Fica no My Story Hotel e é o novo restaurante da Praça da Figueira.

Tudo é servido seguindo a tradição italiana e os ingredientes são os originais. Nos primi piatti, encontram-se as massas, como o cartoccio de fettuccine, com frutos do mar e molho de tomate preparado no papelote (17,50€) e nos secondi piatti uma espetada de peixe e legumes em crosta de pão pizza e molho de tomate arrabbiata (17,50€).

Há ainda um forno a lenha de onde saem 18 tipos de pizza. Há a Diavola, com molho de tomate, chouriço picante, mozzarella e pimentos (14,50€) a La Squadra, com cogumelos porcini, açafrão, batatas, queijo fontina e pancetta crocante (17,50€).

Morada: Praça da Figueira, 15B, Lisboa
Telefone: 21 1451790
Horário: 12h-23h

4. Caffé di Marzano

Esta espécie de Little Italy instalada em Lisboa está aberta das 9 horas à meia-noite e divide o dia em três cartas. Logo de manhã, pode optar pelo lado mais nova-iorquino que há em si e pedir umas panquecas (entre 5€ e 6€), umas papas de quinoa (5€) ou uns ovos, que aqui podem ser mexidos (4€), no forno com espinafres e cogumelos (6€) ou com polpetta de carne (7€), mas também escalfados (6€), com acompanhamentos que podem ir do salmão fumado ao abacate.

E mesmo que vá almoçar ou jantar, nenhum dos pratos ultrapassa os 6,50€. Pode escolher o tipo de pasta que prefere entre esparguete, orecchiette, fusili e penne sem glúten e depois é só escolher o molho: salmão e brócolos (6,50€), bolonhesa (6,50€), pesto (6€), cogumelos (6€) ou Cavolfiore (6€), uma mistura de couve-flor, curcuma, pimenta, passas e amêndoa. Já as pizzettas são versões das pizzas do Valdo Gatti, mas mais pequenas. Todas custam 6,50€ e as opções vão desde a clássica Marguerita, até à de mozarella, salsicha fresca, brócolos, pancetta e tomate seco.

Durante o dia servem também lasanha (6,50€), almôndegas em tomate (6€), paninis (4€), alguns dos ovos do pequeno-almoço e três saladas (6€).

Morada: Largo Rafael Bordalo Pinheiro, 32
Telefone: 21 269 7656
Horário: 9h-24h

Memoria. Neste novo italiano, um prato alimenta toda a família
Memoria. Neste novo italiano, um prato alimenta toda a família
Ver artigo

5. daLuca

Não é uma pizzaria nem um restaurante, é um "pizzorante", como lhe chama o chef Luca Salvadori que no il Covo, restaurante que mantém na Madragoa, já era invadido com a questão: "Então e pizzas?".

Aqui há muitas e divididas em dois tipos: a padellino, de Turim, feita numa panela e que acaba por ser mais alta e mais grossa, e as verdadeiras napolitanas.

Ainda que não falhem as clássicas margueritas ou marinara, aqui destacam-se, por exemplo, a pizza Lusitaliana, com presunto pata negra e burrata de receita caseira ou a Ai 3 carpaccio, com um trio de carpaccios, de novilho, lombo de porco e veado.

Mas também há massas, tábuas e pratos de peixe e de carne e até uma pizza de Nutella para sobremesa.

Morada: Rua da Costa, 10
Telefone: 93 841 5441
Horário: 12h-23h. Fecha à terça-feira

Newsletter

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.
Subscrever

Notificações

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.