Quatro amigos — Tomaz Reis, Mo Lisbona, Pedro Lopes e Rafael Almeida — , muita inspiração das capitais mundiais que visitaram e uma vontade enorme de criar um espaço de referência em Lisboa, que levasse os clientes numa verdadeira experiência gastronómica sensorial, e não servisse apenas uma simples refeição. O resultado é o restaurante Salta, que abriu portas a 6 de maio, na zona do Rato.

Casa de Pedra. Sem Rock in Rio, o Parque da Bela Vista continua com música, arte e boa comida
Casa de Pedra. Sem Rock in Rio, o Parque da Bela Vista continua com música, arte e boa comida
Ver artigo

Dedicado maioritariamente à gastronomia da Ásia e da América Central, o nome curioso é, na verdade, uma abreviatura da palavra Saltapatrás, uma das castas que compunham a classificação de povos na América, durante a colonização espanhola.

"A partir das principais classes sociais — brancos (espanhóis peninsulares ou nascidos na América), índios (habitantes nativos americanos), negros (escravos trazidos de África) e chinos (asiáticos trazidos para a América) — e da mistura entre si, começaram a surgir outros grupos e raças. Para classificá-los consoante a sua linhagem, surgiram as castas — entre elas a Saltapatrás, originada pela mistura entre os chinos e os índios locais, e que está na origem do nome do restaurante", explica o espaço em comunicado a propósito da abertura.

Feito o contexto histórico, o que é que pode comer neste novo restaurante que promete trazer animação, boa comida e cocktails fabulosos de volta às suas noites? Croquetes de pato servidos com molho de ameixa (9€ por quatro unidades), lombo de atum com arroz crocante e maionese picante (11,50€), ceviche de vieiras (18€), joelho de porco frito com chili, cebola frita e coentros (8,50€), camarões tigre com manteiga de alho (36€) e secretos de porco com mel e achiote (22€), entre muitas outras sugestões pouco comuns.

taco salta
Experimente um dos tacos do novo Salta. créditos: Salta

A acompanhar, para além da carta de vinhos, renda-se aos cocktails, sejam eles inspirados na culinária e cultura asiática e da América Central, ou aos clássicos, como o Negroni ou o New York Sour.

Nada foi deixado ao acaso também na decoração — ou não fosse a intenção dos proprietários criar um ambiente cosmopolita como se estivéssemos em Nova Iorque, Londres ou Sydney —, e o Salta aposta em exposições de arte, com peças e quadros a complementar o espaço.

salta
Para além de uma carta de vinhos, há muitos cocktails por onde escolher. créditos: Salta

Se já está convencido, reserve uma mesa, visite o Salta e conheça o prato especial do mês.

Morada: Rua Rodrigo da Fonseca 82A, Lisboa
Telefone: 211 650 637
Horário: 12h30-22h30. Aos domingos, abre às 13h (fecha à segunda-feira)

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.