"Huge in France" é o que acontece quando um humorista de renome se sujeita à autocrítica e à sátira para desconstruir temas como a fama, o endeusamento e uma suposta sensação de superioridade que ela traz. A série da Netflix foca-se nos dilemas de Gad Elmaleh, o humorista francês que aqui faz de si próprio, quando este decide mudar-se da França para os EUA com o objetivo de ficar mais próximo do filho com quem mantém uma relação conturbada e distante.

O problema? É que Gad, habituado à fama e ao reconhecimento nacional, tem um enorme choque de realidade quando se apercebe de que, no país para o qual se mudou, ninguém o conhece nem entende as suas piadas.

Confrontado com a nova realidade, Gad é obrigado a adaptar-se a uma nova vida em que as vantagens de ser famoso desaparecem. O primeiro exemplo surge logo ao início da série, com o protagonista a ser questionado pelas forças de segurança do aeroporto americano quando tenta passar a fronteira. “Não faz ideia de quem sou?”, tenta dizer ao segurança do aeroporto quando este lhe pergunta o motivo da viagem. A resposta, claro, é um rotundo não.

Ainda que a primeira temporada, composta por oito episódios, tenha como premissa a adaptação de Gad a uma nova vida, é na tentativa de reatar com a família que perdeu que a história ganha contornes mais humanos.

Ainda que reconheçamos na personagem principal uma certa arrogância e convicção de ser superior aos outros, a mudança de país e a luta por recuperar relações à beira da rutura são o trampolim necessário para que comece, ainda que a pouco e pouco, a ganhar alguma humildade. E isso é importante porque é, exatamente, o que nos faz torcer por ele desde o primeiro episódio.

"Lupin". A nova série da Netflix sobre um ladrão clássico nos tempos modernos
"Lupin". A nova série da Netflix sobre um ladrão clássico nos tempos modernos
Ver artigo

Pelo meio, e porque uma série, independentemente do género, tem de entreter, há reviravoltas inesperadas, momentos cómicos e situações embaraçosas em que este protagonista insiste em pôr-se. E para ajudar a que a série cative a um público vasto, que provavelmente não conhecerá Gad Elmaleh, “Huge in France” conta com a participação de algumas figuras de renome da indústria, como Jerry Seinfeld, Chris D’Elia ou Tyson Beckford.

Se isso é suficiente para que Gad se torne “gigante” nos EUA? Temos dúvidas, mas pelo menos continuará a sê-lo em França.

A primeira temporada de “Huge in France” estreou-se em abril de 2019. Desde então que não há notícias sobre a possibilidade de a série regressar para novos episódios e, segundo os produtores, a decisão está inteiramente nas mãos da Netflix. Do elenco fazem parte nomes como Scott Keiji Takeda, Jordan Ver Hoeve, Erinn Hayes, Matthew Del Negro e Brittany Ross. 

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.