Luxo, ostentação, amor, diversão e conflito. Garantimos que, independentemente do reality show desta lista que acabe por escolher começar a ver, pelo menos duas destas características estarão presentes. Em "Too Hot to Handle", da Netflix, por exemplo, há amor e conflito quando os concorrentes se apercebem de que, ainda que estejam inseridos numa casa luxuosa e num ambiente paradisíaco, as demonstrações de afeto são penalizadas. Muitos tentam, ainda assim.

Em "Love is Blind", por exemplo, o amor é testado à base da química e não do aspeto físico. Para isso, os concorrentes interagem entre si sem se verem — tentando, através do diálogo, estabelecer uma relação que vá para lá da mera atração platónica.

“Quem Quer Namorar com o Agricultor”. Eis os pretendentes escolhidos por cada agricultor
“Quem Quer Namorar com o Agricultor”. Eis os pretendentes escolhidos por cada agricultor
Ver artigo

Já em "Keeping Up With the Kardashians", há drama, polémica, casamentos, divórcios e toda a tensão inerente à construção de um império que ainda hoje rende milhões. Mas também pode acompanhar as loucuras dos intervenientes de "Soltos em Floripa", o reality show brasileiro, ou as ambições de estilistas que viajam pelo mundo em busca de um sonho.

De "Soltos em Floripa" a "Love is Blind", mostramos-lhe 7 reality shows para ver em streaming.

"Too Hot to Handle (Netflix)

Em "Too Hot to Handle", dez pessoas solteiras, geralmente avessas a compromissos e a relações longas, são escolhidas pela produção do programa para um retiro único e, achavam elas, do mais exótico possível.

Só que depressa sofrem um choque de realidade quando lhes é transmitido que aqui não pode haver engate, sexo casual, beijos, troca de carícias ou masturbação. Para isso, a equipa responsável pelo reality show montou várias câmaras na ilha exótica onde os concorrentes estão — e que ninguém sabe muito bem onde fica — e conta ainda com analistas de som que têm o trabalho de ouvir todas as conversas entre os concorrentes.

O prémio final, estabelecido nos 100 mil dólares (cerca de 90 mil euros), vai sendo reduzido cada vez que os concorrentes se tocam de forma carinhosa, se beijam ou fazem sexo dentro da casa. Um beijo, por exemplo, significa um corte de cerca de três mil dólares no prémio.

"Love is Blind" (Netflix)

Um casal conhece-se, tenta perceber se é ou não compatível através de vários encontros e decide se quer uma relação. Só que em "Love is Blind", o programa da Netflix, os intervenientes nunca se conhecem cara a cara.

Neste reality show, composto por 11 episódios, o foco está em vários casais que, no momento em que se inscrevem e aceites no programa, acabam enfiados, literalmente, em cápsulas de onde nunca podem sair.

É dentro destas cápsulas, criadas pela produção, que os intervenientes interagem, sem nunca se verem, tentando criar uma ligação que, mais tarde, possa resultar em algo mais do que a atração platónica.

"Keeping Up With the Kardashians" (Amazon Prime Video)

Um dos reality shows mais conhecidos do mundo, protagonizado pelo clã Kardashian e Jenner, faz agora parte do catálogo da Amazon Prime Video em Portugal.

Em "Keeping Up With the Kardashians" há polémicas, divórcios, casamentos, dramas, nascimentos e a solidificação de um grande império que virou marca e ainda hoje vale milhões.

Apesar de o programa ter sido adicionado ao catálogo da Amazon, nem todas as temporadas estão disponíveis.

Das 20 temporadas, estão apenas disponíveis oito e não se sabe se, depois disto, as restantes virão ou não a ser adicionadas ao catálogo. A série chega ao fim já a 10 de junho, nos EUA.

"Making the Cut" (Amazon Prime Video)

Em "Making the Cut", 12 estilistas são levados a viajar pelo mundo, passando por locais como Nova Iorque, Paris ou Tóquio, com o objetivo de competirem entre si para que as suas peças possam, mais tarde, tornar-se tendência e mundialmente reconhecidas no meio.

É por isso que, no primeiro episódio, os concorrentes são obrigados a criar dois estilos para um desfile que vai acontecer ao final do dia em frente à Torre Eiffel. E apesar de haver quem consiga, outros veem-se assoberbados pela dúvida constante, sendo obrigados a trabalhar sob pressão à medida que o tempo vai passando.

A cada semana, há um prémio: a possibilidade de as peças criadas pelos estilistas serem vendidas diretamente na Amazon. A recompensa final atribuída apenas a um vencedor é, no entanto, a mais cobiçada: um milhão de dólares para investir na sua marca de roupa.

"Floor is Lava" (Netflix)

O conceito "o chão é lava" — que pressupõe que sempre que alguém disser essa frase, os que estiverem no chão têm de saltar para cima de cadeiras ou mesas — foi transportado para um reality show da Netflix. E é hilariante.

Os participantes são divididos por equipas compostas por até três pessoas. O objetivo de cada equipa é tentar chegar, a todo o custo, ao outro lado do mapa ultrapassando todos os obstáculos que encontrarem pelo caminho. Só que isso implica saltar, espernear, rebolar e protagonizar todo o tipo de posições estranhas para evitar tocar no chão.

Quem o fizer, claro, perde. E o desafio é complexo, já que todo o cenário está coberto de uma camada escorregadia para tornar tudo mais difícil e divertido.

"Soltos em Floripa" (Amazon Prime Video)

Oito participantes, vindos de várias partes do Brasil e com dramas diversos. É assim "Soltos em Floripa", o reality show disponível na Amazon Prime Video que acompanha as vidas rotineiras de oito jovens que, confinados numa casa de luxo, embarcam em aventuras que misturam festas, drama, relações e conflitos.

Pabllo Vittar, cantora e drag queen brasileira, é uma das intervenientes da primeira temporada.

A segunda temporada de "Soltos em Floripa" também está disponível no catálogo da Amazon, embora com um elenco mais reduzido e diferente da edição original, estreada em 2020.

"Bling Empire" (Netflix)

Inspirando-se na comédia romântica "Asiáticos Doidos e Ricos", a Netflix apostou num novo reality show que, à semelhança do filme, mostra a vida luxuosa de um grupo de asiáticos a viver em Los Angeles, nos EUA. Assim é "Bling Empire".

E ainda que haja luxo, materialismo e dinheiro a rodos, o programa dedica algum tempo a explorar questões mais complexas e sérias.

É o caso do trauma com que uma dos protagonistas se vê obrigado a confrontar depois de ter sido abandonado pelo pai em jovem, ou a relação tóxica entre um casal.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.