Depois de dar vida a Batman, Ben Affleck está de regresso aos grandes papéis elogiados pela crítica de cinema. No novo filme, "O Caminho de Volta", o ator dá vida a um treinador de basquetebol que, além de treinar a equipa de jogadores que tem sob sua alçada, tem ainda de lidar com alguns dos seus demónios pessoais — e que o fizeram cair numa espiral de desgraça de autodestruição.

E embora seja uma história fictícia, na medida em que não é baseada em factos verídicos, tem mais verdade do que qualquer outro papel que Ben Affleck possa ter interpretado. É que o ator lida há vários anos contra o vício do álcool que, além de quase lhe ter destruído a carreira, foi um dos elementos que levou ao fim do casamento com a atriz Jennifer Garner.

E a crítica internacional reconhece a importância de Affleck se olhar ao espelho neste novo filme, que está a ser muito bem recebido um pouco por todo  o mundo.

Mas é só uma das sugestões que temos para si. É que ao longo desta semana que passou, houve várias estreias a chegar às salas de cinema portuguesas. Mostramos-lhe as três que mais nos despertaram a atenção.

 1. "O Caminho de Volta", de Gavin O'Connor

Realizado por Gavin O'Connor ("Warrior — Combate Entre Irmãos"), "O Caminho de Volta" é o novo grande filme com Ben Affleck enquanto protagonista que, aqui, dá vida a um treinador de basquetebol alcoólico.

A produção estreou-se esta quinta-feira, 12 de março, em Portugal e acompanha a personagem de Affleck que vai tentar gerir os egos dos seus jogadores durante uma competição à medida que lida com os seus demónios pessoais.

Durante o mês de março o Cinema City tem bilhetes mais baratos à quarta-feira
Durante o mês de março o Cinema City tem bilhetes mais baratos à quarta-feira
Ver artigo

Apesar de ser um filme ficcional, e porque a realidade tem sempre mais força do que a ficção, este é um papel muito pessoal e importante para o ator que lida, há vários anos, com o vício do álcool que terá contribuído para o colapso do seu casamento com a atriz Jennifer Garner.

Segundo a crítica internacional, o filme marca o regresso de Affleck aos grandes papéis. A revista "Detroit News" escreve que "Affleck é uma estrela que carrega a tristeza e o negrume no olhar e nos ombros. Numa altura em que o seu Batman foi particularmente sem qualquer alegria, 'O Caminho de Volta' parece ser um papel idealmente feito para ele."

2. "Retrato da Rapariga em Chamas", de Céline Sciamma

O filme passa-se no final do século XVIII, em França. Marianne (Noémi Merlant) é incumbida de pintar o retrato de Héloïse (Adèle Haenel), uma jovem aristocrata acabada de sair do convento e cujo retrato vai ser oferecido ao homem a quem a jovem foi prometida. Só que Héloïse, rejeitando um casamento que não pediu e que não consentiu, recusa-se a posar para Marianne — que se vê obrigada a fingir ser a sua dama de companhia para a pintar em segredo.

É nesse fingimento que Marianne se propõe a observar cada detalhe da vida de Héloïse, cada traço do rosto, para que, mais tarde, a possa pintar de memória. É nesses momentos de proximidade que as duas acabam por criar uma ligação profunda que, mais tarde, acaba por se transformar em amor.

Segundo a revista "Breakfast All Day", o filme "Retrato da Rapariga em Chamas" é um dos mais bonitos do ano. "Este é um dos filmes mais incríveis e bonitos que alguma vez vai ver na sua vida. Cada shot assemelha-se a um quadro que vai querer pendurar na parede. Além disso, é romântico, sexy, bonito e triste ao mesmo tempo", lê-se.

O filme estreou-se esta quinta-feira, 12 de março, nas salas de cinema portuguesas.

3. "Family Romance, LLC", de Werner Herzog

O novo filme de Werner Herzog conta a história de um homem que é pago para fazer de conta que é o pai, desaparecido há vários anos, de uma rapariga de doze anos. E é a prova de que o romance, tal como a família, os amigos ou os seguidores nas redes sociais, não passam de um negócio.
Filmado no Japão, "Family Romance, LLC" é um filme japonês, com atores japoneses e rodado na língua japonesa. Estreou-se nas salas portuguesas esta quinta-feira, 12 de março, e tem sido recebido com algum entusiasmo pela crítica internacional. A revista "IndieWire", por exemplo, diz que a produção tem a qualidade agridoce de uma qualquer história da Disney — e isso é um elogio.
"O filme 'Family Romance, LLC' tem a qualidade agridoce de uma das muitas história da Disney, mas qualidade de produção do filme de uma vida, resultando numa experiência que nunca assenta num único tom", lê-se.

Newsletter

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.
Subscrever

Notificações

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.