Os portugueses já tinham saudades do escurinho do cinema e prova disso são os animadores números revelados em comunicado pela campanha #váaocinema. O movimento, criado pela FEVIP (Associação Portuguesa de Defesa de Obras Audiovisuais) em conjunto com a Associação Portuguesa de Empresas Cinematográficas (APEC), revela que foram vendidos 4000 bilhetes só na passada segunda-feira, 19 de abril, dia em que reabriram as salas de cinema.

Este número representa o triplo das entradas vendidas na última reabertura, a 2 de Julho de 2020, quando as vendas ficaram pelos 1 366 bilhetes (o equivalente a uma faturação de 6 495 euros). Já nesta segunda reabertura, as vendas corresponderam a uma faturação de 22 650 euros e houve mesmo algumas salas esgotadas.

Naquele cinema, falou-se de tudo menos do filme. Mas vivemo-lo como se fosse a última vez
Naquele cinema, falou-se de tudo menos do filme. Mas vivemo-lo como se fosse a última vez
Ver artigo

Para já, os cinemas continuam a funcionar com lotação limitada e restrições horárias. As portas fecham às 22h30, nos dias úteis, e às 13h00 aos sábados, domingos e feriados. No entanto, a partir de 3 de maio, abrem em horário alargado todos os dias.

"Mortal Kombat" e "Nomadland - Sobreviver na América" são os dois grandes títulos desta segunda reabertura das salas de cinema e, na próxima semana, estreiam mais nomeados aos Óscares. "Uma Miúda com Potencial" e "Mais Uma Rodada" chegam às salas de cinema a 29 de abril. A 6 de maio, estreia "O Pai" e, a 13, "Minari".

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.