Até 28 de agosto, todas as noites de sexta-feira e sábado são dedicadas ao cinema no Parque Mayer, junto à Avenida da Liberdade. Aproveitando o bom tempo do mês de agosto, as sessões noturnas ao ar livre são uma oportunidade para um plano diferente, onde respirar pela máscara torna-se um bocadinho mais agradável com a brisa que passa depois das 21 horas (hora a que começa a sessão).

O evento começou a 6 de agosto, mas ainda vais a tempo de ver a restante grelha de filmes planeada para cada fim de semana. Comédia, romance e drama, está tudo no cartaz que recua no tempo até filmes de 2014, como o "Hector e a Procura da Felicidade", de Peter Chelsom.

11 novidades que já chegaram (ou estão a caminho) do streaming em agosto
11 novidades que já chegaram (ou estão a caminho) do streaming em agosto
Ver artigo

O filme mais recente chega à tela já no próximo sábado, 14 de agosto, e diz respeito ao filme "Ou Nadas ou Afundas", de Gilles Lellouche, lançado em 2018. Contudo, é melhor não chegar atrasado, para garantir o seu lugar na sessão escolhida, uma vez que a lotação é limitada de modo a serem cumpridas as orientações da Direção-Geral da Saúde (DGS).

O Cinema no Verão ao Ar Livre no Parque Mayer é uma iniciativa da Freguesia de Santo António, que planeou rigorosamente o evento desde as medidas de segurança e higiene até ao cartaz completo de filmes que para muitos serão uma estreia.

As sessões têm início às 21 horas e a entrada é gratuita, limitada aos lugares existentes.

Conheça o cartaz completo: 

  • 13 de agosto: “Absolutely Anything – Uma Comédia Intergalática”, de Terry Jones (2015);
  • 14 agosto: “Ou Nadas ou Afundas”, de Gilles Lellouche (2018);
  • 20 de agosto: “Acerta o Passo”, de Richard Loncraine (2017);
  • 21 de agosto: “Hector e a Procura da Felicidade”, de Peter Chelsom (2014);
  • 27 de agosto: “Não Incomodar”, de Marie-Castille Mention-Schaar (2014);
  • 28 de agosto: “Quo Vado ou Já Foste”, de Gennaro Nunziante (2016).

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.