É a gala de maior prestígio da indústria do cinema que, todos os anos, premeia os melhores filmes e gera discussão e até alguma polémica. Falamos dos Óscares que, este ano, acontecem a 9 de fevereiro e para o qual estão nomeadas produções como "Joker", "Parasitas", "1917", "Era Uma Vez... em Hollywood" e "O Irlandês".
Enquanto na categoria principal, a de Melhor Filme, os grandes candidatos são "1917", "Era Uma Vez... em Hollywood" e "Parasitas", na de Melhor Realizador é pouco provável que a estatueta escape a Sam Mendes pelo seu trabalho no suposto plano-sequência em "1917" — o épico sobre a Primeira Guerra Mundial.

Já a pensar nos possíveis vencedores e derrotados, a MAGG pediu a vários especialistas (leia-se, viciados em filmes) que nos dessem as suas previsões sobre uma das noites mais importantes de Hollywood.

Lançámos o desafio ao jornalista e crítico de cinema Miguel Somsen, ao diretor da SIC Radical, Pedro Boucherie Mendes, e ao humorista Guilherme Fonseca. E enquanto Somsen garante que o melhor filme do ano é "1917", Pedro Boucherie Mendes preferia que "Parasitas" ganhasse o maior número de prémios.

E Guilherme Fonseca é da mesma opinião, embora admita que o vencedor da noite também pode ser o filme "Era Uma Vez... em Hollywood", de Quentin Tarantino.

As previsões de Guilherme Fonseca

Óscares. As previsões de Guilherme Fonseca, Pedro Boucherie Mendes, Nuno Markl e Miguel Somsen
  • Melhor Filme

Na categoria principal, o humorista revela à MAGG que "gostava muito" que ganhasse o "Parasitas", embora o seu palpite esteja do lado do novo filme de Quentin Tarantino, "Era Uma Vez... em Hollywood", que parece ser um dos preferidos da Academia para o prémio de maior prestígio.

No entanto, reconhece os pontos fracos da produção, como o facto de a personagem de Margot Robbie "não ter servido para nada em toda a história".

  • Melhor Realizador

Nesta categoria não há discussão para Guilherme Fonseca, que aposta todas as fichas na vitória de Sam Mendes pelo trabalho que fez em "1917" e em todo o virtuosismo por detrás do suposto plano-sequência onde, aparentemente, não há cortes.

  • Melhor Ator

Na categoria de Melhor Ator também não há discussão, já que aparenta estar fechado ainda muito antes de se conhecerem os potenciais nomeados.

"Esta é do Joaquin Phoenix e é capaz de ser a categoria mais simples deste ano. É daquelas muito óbvias em que não é preciso pensar muito", explica.

6 filmes que foram (injustamente) ignorados para os Óscares
6 filmes que foram (injustamente) ignorados para os Óscares
Ver artigo
  • Melhor Ator Secundário

Embora "O Irlandês", de Martin Scorsese, não tenha brilhado nos Globos de Ouro, SAG e BAFTA, o humorista diz estar confiante de que será Al Pacino a vencer na categoria de Melhor Ator Secundário.

  • Melhor Atriz

Na categoria de Melhor Atriz, Guilherme Fonseca aponta para Renée Zellweger pela sua prestação em "Judy" — um dos filmes que mais passou despercebido em Portugal.

"Apesar disso, gostava muito mais que ganhasse a Scarlett Johansson por 'Marriage Story'", diz, acrescentando que considera ter tido uma prestação muito superior e digna de Óscar.

  • Melhor Atriz Secundária

Embora não tenha visto "Bombshell — O Escândalo", Guilherme Fonseca acha provável que seja Laura Dern a ganhar por "Marriage Story", embora não concorde com a decisão caso se venha a confirmar.

"A Laura Dern não merece nada ganhar e gostava muito mais que fosse a Margot Robbie a vencer para ser recompensada do seu papel em 'Era Uma Vez... em Hollywood', onde não serviu para nada", lamenta.

As previsões de Pedro Boucherie Mendes

oscares
  • Melhor Filme

Pedro Boucherie Mendes, diretor da SIC Radical e diretor de Planeamento Estratégico do grupo Impresa, diz que os Óscares deste ano são marcados por filmes "muito masculinos" e de pouco "cinema independente". Apesar disso, crê que a Academia "vai premiar sobretudo o '1917', porque desta forma homenageia uma era" — a da Primeira Guerra Mundial.

Na categoria de Melhor Filmes, diz que gostava que ganhasse "Parasitas", mas garante que o mais provável é que o prémio vá para "1917". No entanto, diz que "este ano não há filmes verdadeiramente bons, daqueles que vamos rever com interesse daqui por 20 ou 30 anos."

  • Melhor Realizador

Na categoria de Melhor Realizador, não há dúvidas. Pedro Boucherie Mendes gostava que vencesse Sam Mendes e aposta que será ele o grande vencedor pelo trabalho de realização em "1917" e a técnica empenhada no suposto plano-sequência.

  • Melhor Ator

O diretor da SIC Radical diz que "Joker" não é mais do que "um veículo para que Joaquin Phoenix seja Joaquin Phoenix". Por isso, aposta que será ele o vencedor, "embora preferisse Jonathan Pryce" de "Dois Papas".

  • Melhor Ator Secundário

Pedro Boucherie Mendes diz que o mais certo é ganhar Tom Hanks pelo papel em "Um Amigo Extraordinário", que ainda não chegou às salas de cinemas portuguesas. Mas gostava que ganhasse Joe Pesci, por "O Irlandês".

  • Melhor Atriz

Aqui não há dúvidas: o entusiasta de cinema quer que ganhe Renée Zellweger e acha que será ela a vencer por "Judy".

  • Melhor Atriz Secundária

Na categoria de Melhor Atriz Secundária, Pedro Boucherie Mendes aponta em Florence Pugh, embora tenha preferido mais a prestação de Kathy Bates em "O Caso de Richard Jewell".

As previsões de Miguel Somsen

oscares
Marcos Borga
  • Melhor Filme

Miguel Somsen, entusiasta de cinema e televisão, garante que este ano as escolhas não são muito difíceis. E diz que este ano pode acontecer o realizador Sam Mendes ganhar os dois prémios principais — o de Melhor Filme e Melhor Realizador por "1917". "Não ficaria surpreendido e acharia até que é o mais justo", revela.

Por isso, a aposta para Melhor Filme vai para "1917", embora "Parasitas" possa ser "o verdadeiro intruso".

  • Melhor Realizador

Somsen atribui a estatueta a Sam Mendes, mas garante que a surpresa possa vir com a vitória de "Era Uma Vez... em Hollywood", de Quentin Tarantino. A acontecer, acharia justo. "Não gosto completamente do filme do Tarantino, mas a verdade é que é um estoiro do início ao fim", conta.

Como seriam os posters dos filmes nomeados para os Óscares se fossem honestos
Como seriam os posters dos filmes nomeados para os Óscares se fossem honestos
Ver artigo
  • Melhor Ator

Na categoria de Melhor Ator, o entusiasta diz que lhe parece muito difícil que Joaquin Phoenix não venha a ganhar, e que por isso a sua aposta também segue nesse sentido. "O papel dele é o filme e ele é a razão de tudo isto existir", explica.

  • Melhor Ator Secundário

Aqui não há dúvidas: o prémio vai ser de Brad Pitt e "é muito improvável que não seja ele o vencedor, tendo em conta todos os outros papéis."

  • Melhor Atriz

"Gostava muito que a Charlize Theron ganhasse pela prestação em 'Bombshell — O Escândalo'", mas diz que tudo aponta para que a vitória seja de Renée Zellweger. "Se não ganhar, é porque o filme é fraco demais para a representação dela. Não gostei muito do desempenho e não achei que fosse nada de novo em termos de cinema."

  • Melhor Atriz Secundária

"Na categoria de Melhor Atriz Secundária é impossível não dar o prémio a Laura Dern", que acaba também por ser a grande aposta de Miguel Somsen.

Newsletter

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.
Subscrever

Notificações

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.