Ainda não há data de arranque anunciada, mas em breve o cinema NOS Alvaláxia, em Lisboa, vai ter uma sala exclusiva para o visionamento de filmes e documentários portugueses.

A medida foi anunciada durante a conferência Encontros do Cinema Português. Uma iniciativa que todos os anos junta vários representantes do sector de produção cinematográfica, em Portugal, para falar do estado do cinema e encontrar medidas para combater o desinteresse generalizado.

Segundo a Pordata, a base de dados certificada de Portugal, nos últimos 57 anos registou-se um decréscimo acentuado de espectadores de cinema em Portugal.

Vêm aí duas sessões de cinema grátis para ver dentro do carro
Vêm aí duas sessões de cinema grátis para ver dentro do carro
Ver artigo

É que enquanto em 1960 havia cerca de 27 milhões de espectadores, desde então que esse número tem vindo a decair e em 2017 registaram-se apenas 15 milhões — um valor que só não é o mais baixo historicamente, porque em 1991 estavam identificados 8 milhões de espectadores em todo o País.

Foi a pensar nisso que Susanna Barbato, diretora executiva da NOS Audiovisuais, anunciou uma nova sala dentro do cinema NOS Alvaláxia.

Segundo escreve o "Observador", citando a organização, esta é uma medida que permite gerar mais interesse por parte dos cinéfilos e levá-los cada vez mais a ver cinema.

A ideia desta nova sala é que sirva como um espaço onde seja exibido apenas "cinema português" em formato de longas e curtas-metragens, trabalhos de ficção e documentários.

Newsletter

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.
Subscrever

Notificações

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.