O Rock in Rio ainda nem começou e já estamos a pensar no NOS Alive. No ano de regresso de todos os festivais, após uma pausa forçada de dois anos devido à pandemia da COVID-19, o festival nascido pela mão do empresário Álvaro Covões em 2007 volta a encher de música e animação o Passeio Marítimo de Algés, em Oeiras.

São, no total, sete palcos, espalhados pelo recinto com vista para o rio Tejo: palco NOS, palco Heineken, WTF Clubbing, dedicado à música eletrónica, Palco Comédia (com espectáculos de stand-up comedy), Coreto, EDP Fado Café e Pórtico NOS Alive.

De 6 a 9 de julho, há música para todos os gostos e idades, desde os decanos de heavy metal, os Metallica, que atuam a 8 de julho, passando pelo pop rock dos Imagine Dragons (9 de julho), ao hip hop eletrónico do belga Stromae (6 de julho).

O cartaz do NOS Alive 2022
O cartaz do NOS Alive 2022

Mas a 14ª edição do NOS Alive também se faz com mãos (e vozes) portuguesas. O ponto alto do cartaz de 2022 é um regresso adiado há dois anos: os Da Weasel voltam a atuar, 12 anos depois de terem anunciado o final da banda. O concerto, que era o principal chamariz do Alive 2020, ficou em águas de bacalhau devido à pandemia da COVID-19, e acontece finalmente a 9 de julho. Mas há muito mais música (e não só) em português e de portugueses no NOS Alive 2022.

Da Chick (6 de julho, WTF Clubbing)

Da Chick, nome artístico de Teresa de Sousa, tem dois álbuns de originais editados ("Chick to Chick", de 2015, e "Conversations With The Beat", 2020). O EP "Curly Mess" assinalou a estreia da cantora e compositora na gravação de originais.

EU.CLIDES (6 de julho, WTF Clubbing)

O artista de 26 anos, natural de Cabo Verde, lançou-se a solo em 2020, com o single  “Terra-Mãe”, onde faz uma homenagem à Liberdade e ao 25 de Abril. Seguiu-se “Ira Para Quê?” e “Tempo Torto”, em colaboração com o artista português Branko. "Venham mais 7" é o seu mais recente single, lançado em maio de 2022.

Tio Jel (6 de julho, Palco Comédia)

O humorista Nuno Duarte é um dos primeiros a subir ao Palco Comédia, que reúne veteranos e novatos da stand-up comedy. Do Neto, dos Homens da Luta, ao "Sal Grosso" e "Cagar e Andar", o Tio Jel promete animar o público, que anda com fome de gargalhadas. Sempre com muita "calma".

Jel. "Não posso andar velho armado em novo. Isso não é cool"
Jel. "Não posso andar velho armado em novo. Isso não é cool"
Ver artigo

Dino D'Santiago (7 de julho, Palco Heineken)

O músico de 40 anos, que já se tornou um verdadeiro embaixador da multiculturalidade da música portuguesa, tem cinco álbuns editados. O último, "Badiu", lançado em 2021, é uma homenagem aos "badius", símbolos da resistência cabo-verdiana.

Os Quatro e Meia (7 de julho, Palco NOS)

A banda de Coimbra constituída por Tiago Nogueira (voz e guitarra), Ricardo Liz Almeida (voz e guitarra), Mário Ferreira (teclados e vozes), João Cristóvão Rodrigues (violino), Pedro Figueiredo (bateria e percussão) e Rui Marques (baixo) leva ao palco principal do Alive êxitos pop como "Olá Solidão", "Sabes Bem" e "Amanhã", a segunda classificada do Festival da Canção 2022.

Pedro Mafama (7 de julho, WTF Clubbing)

O artista de 30 anos é uma das revelações da música portuguesa. Em 2021, lançou o seu álbum de estreia “Por Este Rio Abaixo”, com influências marcadamente lusas, que vão do folclore ao fado, passando pelas marcas indeléveis das sonoridades árabes e africanas.

Três Tristes Tigres (8 de julho, Palco Heineken)

Foi uma das últimas confirmações desta edição do NOS Alive. Embora o projeto nunca tenha desaparecido, o concerto marca o regresso dos Três Tristes Tigres (fundados no início da década de 90 por Ana Deus e Regina Guimarães) aos grandes palcos. Tudo preparado para cantarolar "O Mundo a Meus Pés"?

Da Weasel (9 de julho, Palco NOS)

A um ano de celebrarem três décadas de existência, eis que finalmente se dá a tão aguardada reunião dos Da Weasel. A banda de hip hop liderada por Carlão é responsável por alguns dos êxitos mais marcantes da música portuguesa das décadas de 90 e 2000, desde "Ressaca" a "Tás na Boa", passando por "Dúia", "Força" ou "Dialectos de Ternura".

DJ Vibe (9 de julho, WTF Clubbing)

Tó Pereira (DJ Vibe) é o curador do espetáculo "Paradise Called Portugal", uma homenagem à cultura eletrónica portuguesa. Serão 12 horas de música, com os DJ's Luís Leite, Mário Roque, Vanessa Kokeshi, Diana Oliveira, Temudo, Bessone & Fragoso e Stckman.

Salvador Martinha (9 de julho, Palco Comédia)

Talvez Plim, o inconveniente agente da influencer Van, salte do Instagram para o Palco Comédia do NOS Alive. Talvez não. Mas o que é certo é que Salvador Martinha vai arrancar gargalhadas com as suas tiradas irónicas e o seu acutilante humor de observação.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.