Teletrabalho, filhos, confinamento. Não há por onde fugir à realidade de que estamos todos em casa, de domingo a domingo, nos momentos de trabalho e de lazer. No entanto, há pequenas dicas que pode aproveitar para transformar a sua casa, deixando-a mais propícia tanto ao descanso como à atividade profissional — e separando-as comvenientemente.

As plantas são a nova tendência de decoração, mas nem todas devem entrar em casa. Revelamos quais
As plantas são a nova tendência de decoração, mas nem todas devem entrar em casa. Revelamos quais
Ver artigo

Como? Com coisas simples como almofadas, plantas e até diminuição de luzes, tudo fatores que influenciam o seu bem-estar, algo tão importante para se desdobrar nas várias tarefas que o momento atual exige.

Para o ajudar nesta tarefa, pedimos sete dicas a Vanda Boavida, decoradora, professora e consultora certificada de Feng Shui, a arte de harmonizar espaços, e autora do livro "Casa com Alma", um guia prático para o ajudar a reorganizar a sua casa segundo esta centenária filosofia (editado a 12 de janeiro pela Planeta; 14,90€).

vanda boavida
Vanda Boavida é decoradora e professora certificada de Feng Shui

1) Crie espaços de trabalho

É verdade que nem todas as pessoas têm escritório em casa, e muitas viram-se obrigadas a dividir a sala com os companheiros, ambos em teletrabalho — mas há como diferenciar o mesmo espaço.

"Cada pessoa deve criar rotinas e ter o seu espaço, se não anda todos os dias com as pastas, computador, etc, para trás e para a frente", diz Vanda Boavida à MAGG. "Mesmo que se tenha de partilhar a mesma divisão, pode-se fazer uma separação com uma planta ou algum objeto fixo [caso se divida a mesma mesa], ou um móvel, de forma a que se consiga criar um mini ambiente de trabalho".

2) Não trabalhe no quarto

As suas costas agradecem que não passe o dia sentado na cama com o portátil ao colo, e esqueça levar a secretária para o quarto, até porque só vai prejudicar (e muito) o seu descanso."Não recomendo, de todo, que as pessoas trabalhem no quarto. Misturar o trabalho com descanso não é recomendável, pois deixa de existir uma separação. Por exemplo, à noite, podemos estar a prepararmo-nos para ir dormir, olhamos para o computador e para a secretária e temos logo na memória tudo o que temos de fazer no dia seguinte", alerta a decoradora e consultora de Feng Shui. "Isto cria ansiedade, o sono não é reparador, e acaba por ter um impacto na produtividade do dia seguinte. Dormir bem é essencial, e separar o trabalho também."

casa com alma
"Casa com Alma" é editado pela Planeta e tem um preço recomendado de 14,90€ créditos: Planeta

3) Prefira trabalhar junto a uma janela

Se tiver uma marquise em casa (ou varanda, e o tempo o permitir), escolha colocar aí a secretária. Na impossibilidade, tente trabalhar o mais perto de uma janela possível. "O nosso corpo está adaptado ao relógio biológico. Se não temos contacto com o exterior, nem noção do horário real, o nosso relógio não fica conectado com o dia e parece que entramos num jetlag constante. E isso acaba por ter impacto no sono, por exemplo", diz Vanda Boavida.

4) Tem jardim? Faça pausas ao ar livre

Nem todos os portugueses vivem em vivendas com jardim, mas se tiver um, um pátio ou uma varanda, corte o dia de trabalho com pausas nestes espaços. "Devemos fazer interrupções no trabalho, no máximo, a cada hora e meia", diz a autora de "Casa com Alma". Ou pode sempre beber um café à janela.

5) Torne a sua casa ainda mais acolhedora para os tempos livres

Quando o trabalho termina, há que saber aproveitar os tempos de lazer o melhor possível. Uma boa dica para tornar a sua sala ainda mais confortável é apostar em almofadas. "Coloque o maior número possível de almofadas no sofá. Este gesto torna o próprio sofá mais confortável e toda a sala fica mais acolhedora", afirma Vanda Boavida, que salienta que não deve ter medo de brincar com diferentes texturas e padrões.

6) Vai dormir? Reduza a iluminação

O sono é vital para a produtividade, por isso prepare a hora de dormir com o maior dos cuidados. "Cerca de uma hora antes de adormecer, reduza ao máximo a iluminação. Pode mesmo desligar praticamente tudo e apostar em velas (preferencialmente de cera de abelha, que não têm petróleo e não são nocivas) enquanto faz a sua rotina de higiene, por exemplo, ou caso não se adapte, prefira iluminações indiretas em sítios estratégicos", sugere a decoradora.

Faça o que fizer, evite ligar o candeeiro do tecto do quarto. "Este tipo de iluminação irradia uma luminosidade que altera por completo o nosso relógio biológico, muito intensa, e nos desperta."

7) Reduza as ondas electromagnéticas com plantas

Agora que passamos os dias em casa a trabalhar, a nossa casa fica ainda mais recheada de ondas electromagnéticas, emitidas pelas televisões, wi-fi, computadores, entre outros. Mas há uma planta ideal para reduzir estas emissões.

"O lírio da paz, para além de purificar o ambiente, reduz a emissão das ondas electromagnéticas, o que é muito favorável à nossa saúde. Aliás, esta planta até foi estudada pela NASA relativamente a estas questões, e é muito fácil de encontrar em qualquer horto", afirma Vanda Boavida.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.