Se já tentou emagrecer seguindo uma dieta famosa ou o plano da amiga que perdeu cinco quilos em dois meses e não conseguiu, não entre em desespero, e é até normal que os resultados que imaginava atingir não tenham sido alcançados. Já parou para pensar no peso que a genética pode ter neste processo? Clichê ou não, não é à toa que muitos nutricionistas e dietistas o recordam de que “cada corpo é um corpo”.

De cada vez que tentamos emagrecer pensamos em coisas tão básicas como as calorias e o número de horas que temos que passar no ginásio. Só nos esquecemos de que para além destes fatores existem outros que influenciam e que poderão ser um entrave na perda de peso, como a genética. Falamos por exemplo da resistência à perda de peso ou da tendência para armazenar gorduras em determinadas zonas do corpo.

Com o novo estudo genético de última geração da PronoKal, multinacional especialista em tratamentos de perda de peso, o Genomics, poderá analisar e ajustar o seu plano de perda de peso às suas características e necessidades, de acordo com a sua genética. Através de um estudo aos seus genes, a PronoKal manipula o seu plano, adaptando-o ao seu metabolismo. Isto, porque os genes analisados não são determinísticos. O que é que isto significa? Que através de uma mudança de hábitos de vida saudável, com diretrizes adaptadas ao seu corpo, existe a possibilidade de desativar e contrariar estes genes.

Depois da recolha de genes e da análise dos mesmos, a PronoKal apresenta-lhe recomendações personalizadas nas quatro áreas funcionais: nutrição e metabolismo, suplementação anti-inflamatória, atividade física e comportamento alimentar.

Nutrição e metabolismo

A genética pode influenciar aspetos como a regulação do apetite e da saciedade, a dificuldade em perder peso ou a tendência que temos para armazenar gordura nas áreas localizadas. Conhecer o seu metabolismo permitir adaptar o plano nutricional de forma a obter melhores resultados e mais duradouros.

Suplementação anti-inflamatória

Através deste estudo, a PronoKal consegue analisar qual é a tendência que o seu corpo apresenta à inflamação do tecido adiposo, observando se há uma predisposição para apresentar níveis mais elevados de substâncias pró-inflamatórias. O stresse oxidativo
(desequilíbrio entre a produção de espécies reativas de oxigénio (EROs) e a sua remoção através de sistemas que reparam os danos por elas causados) e o estado inflamatório do corpo são muito importantes e decisivos para adaptar a dieta e suplementação de uma forma mais personalizada e anti-inflamatória.

Atividade física

O tipo de exercício, a intensidade e a duração do treino são decisivos para a utilização de reservas de energia. Os genes analisados permitir-lhe-ão adaptar o tipo de exercício de que necessita a qualquer momento (tonificação e/ou cardiovascular) e a sua frequência. Otimiza o esforço de modo a alcançar um gasto correto e um equilíbrio energético.

Comportamento alimentar

Quando come demasiado, é por fome ou por stresse? Através deste estudo é possível identificar se o seu apetite é emocional, por tédio, nervosismo ou alterações de humor, e adaptar as diretrizes do plano para que possa controlar a impulsividade e aprender a
interpretar o apetite e os sinais de saciedade do corpo. Para iniciar a sua dieta personalizada basta solicitar o seu estudo a um dos médicos prescritores da PronoKal, aguardar o envio do kit Genomics em casa e recolher a sua amostra (receberá indicações de como o enviar gratuitamente para o laboratório).

O seu metabolismo é único, a sua metodologia ideal para a perda de peso, também, por isso perca peso de uma vez por todas com um tratamento adequado para si. Saiba mais em https://bit.ly/3jfN4pn.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.