Pelo título parece que voltámos aos anos 2000, mas a verdade é que as correntes à cintura vão estar na moda e quem as foi buscar ao baú foi a Chanel, na sua nova coleção para 2020. Há quem diga que o virar do milénio foram os piores anos em termos de moda, mas a Chanel está pronta para trazer de volta uma tendência dessa altura — embora desta vez com muitas mais pérolas e glamour.

Gigi Hadid

A apresentação da nova coleção para 2020 aconteceu a 4 de dezembro no Metiers d'Art, em Paris, e a terceira coleção da designer Virginie Viard para a marca francesa foi visivelmente mais sexy. Houve cinturas despidas, casacos usados sem nada por baixo e correntes na zona do umbigo.

O desfile foi uma recriação do apartamento parisiense onde a fundadora Coco Chanel viveu no início dos anos 1900 e as modelos desfilaram numa réplica da famosa escadaria em espiral.

As correntes à cintura estão de volta e quem o diz é a Chanel

Quem saltou à vista foi Gigi Hadid no seu conjunto saia e casaco curto, sem camisola. À volta da cintura trazia um cinto composto por pérolas e um logótipo da Chanel no centro. Embora ainda considerado sexy, foi um enorme avanço em relação às correntes usadas nos anos 2000, com calças de cinta descida e tops muito curtos.

Christina Aguilera

À medida que nos preparamos para entrar numa nova década, parece que a nostalgia de voltar aos looks dos anos 2000 está a tomar conta de muitos fashionistas. Mas se ainda não está preparada para voltar às calças de ganga de cintura descida, Viard modernizou as correntes para que as consiga usar com looks elegantes, mas ainda cool.

Newsletter

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.
Subscrever

Notificações

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.