Em 2018, numa entrevista à "Vogue", Karl Lagerfeld admitiu que se rodeava de um gangue de raparigas e que as chamava de Choupettes, à semelhança da sua gata. E parece que, graças à Met Gala, o grupo acaba de receber três novos membros: Lil Nas X, Jared Leto e Doja Cat.

Já sabíamos que alguém iria vestir a pele da amiga de quatro patas de Lagerfeld. Antes de morrer, em 2019, o designer alemão tinha uma relação muito próxima da mesma – tanto assim é que a felina herdou mais de um milhão da sua fortuna. Isto significa que esta seria uma das formas mais óbvias (mas, simultaneamente, disruptivas) de homenagem a esta figura icónica do mundo da moda, uma vez que era precisamente esse o mote desta edição da Met Gala.

Doja Cat foi a primeira gata a entrar pela passadeira vermelha, na noite desta segunda-feira, 1 de maio. Vestida por Oscar de la Renta, com um vestido em que os brilhos são os protagonistas, a cantora optou por colocar uma prótese que lhe modificou o rosto de forma bastante realista, dando vida à felina que habita dentro de si.

"Estou muito animada. Amei o resultado [do look]", disse Doja na sua primeira entrevista à "Vogue", em direto da escadaria do Metropolitan Museum of Art. "Normalmente é um bocado mau vir a estes eventos. Mas eu estou a sentir-me bem relaxada", concluiu, seguindo para a segunda entrevista – na qual caiu na personagem, limitando-se a miar.

Mas um gato nunca vem só e, minutos depois, Lil Nas X entrou de rompante no museu nova-iorquino. Se há quem surpreenda pelas peças pomposas que leva no corpo, o cantor deixou a audiência estupefacta pela falta delas. É que, de prateado e glitter à mistura, o look do artista consistia numa tanga e tinta corporal.

O rosto de Lil Nas X estava completamente enfeitado com pedras brilhantes, que começavam na sua testa, pingavam pelo nariz e pelas maçãs do rosto e até revestiam os lábios. Além das pérolas de vários tamanhos espalhadas pela tez, o cantor destacou-se pelos bigodes que levava no rosto, também aludindo para Choupette.

Para adensar o visual de felino, até teve direito a umas garras. Na passadeira vermelha, mexia no seu corpo descoberto com as mãos, que apresentavam umas unhas quilométricas, que também haviam sido adornadas com pérolas e outras pedras preciosas.

Bebés a caminho. Karlie Kloss e Serena Williams anunciam que estão grávidas na Met Gala
Bebés a caminho. Karlie Kloss e Serena Williams anunciam que estão grávidas na Met Gala
Ver artigo

O último gato a marcar presença na passadeira vermelha foi mais misterioso. Isto porque, dentro de um fato gigante de Choupette, ninguém sabia que era Jared Leto que lá estava dentro. As dúvidas pairavam pelo recinto do evento, até que, de livre e espontânea vontade, o ator decidiu tirar a máscara e acabar com o secretismo.

Este look fantasioso, que mais parecia um gato gigante, foi uma das maiores surpresas da noite. Vá, mais ou menos, já que quem conhece Jared Leto sabe que é adepto de coordenados arrojados e adereços excêntricos – não tivesse o ator aparecido na Met Gala de 2019 empunhando um busto da sua própria cabeça.

Espreite as fotos.

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.