"All I Want for Christmas Is You", cantado por Mariah Carey, é o tema que não nos sai da cabeça todos os natais (pelo menos, até chegar a canção deste ano do Pingo Doce, disponível no Spotify), e dentro dos mais clássicos destaca-se um que passa constantemente na rua e nos centros comerciais: "Olhei Para o Céu".

Sabemos que deu continuidade à letra e chegou à parte "vi o Deus menino/Em palhas deitado", mas pode dar continuidade de outra forma. E se em vez de ficar apenas a ver o "Deus menino em palhas deitado", for mesmo dormir nas palhas este ano?

A grandiosa moradia do filme "Sozinho em Casa" está na Airbnb — mas não precisa de arrendar sozinho
A grandiosa moradia do filme "Sozinho em Casa" está na Airbnb — mas não precisa de arrendar sozinho
Ver artigo

Tanto pode aproveitar para fazer uma viagem (uma das opções é França, que nesta altura exige apenas certificado de vacinação completo a pessoas vindas de países de classificação verde, segundo as últimas atualizações do portal europeu "A sua Europa"), mas sem sair do País também pode fazer esta estadia em modo natalício.

Duas das opções ficam em Setúbal e dizem respeito casas cujos pormenores que chamam a atenção vão muito além do telhado. Ora veja.

Cabana de Colmo

Tradicional, simples e com palha: estão reunidos os requisitos para o mote de dormir no sítio onde o menino Jesus poderia também ter estado quando nasceu. No seu caso, vai sim renascer depois de uns dias no meio de árvores e perto do rio, já que a Cabana de Colmo, situada na Comporta, fica dentro da Reserva Natural do estuário do rio Sado.

A cabana, para duas pessoas, foi recentemente renovada, recorrendo a métodos tradicionais, tudo com o objetivo de dar o máximo conforto através de uma decoração minimalista que se estende da sala ao quarto.

Uma noite em dezembro custa a partir de 100€.

Cabana preciosa na Comporta

Mais uma cabana, desta vez com capacidade para seis pessoas, permitindo fazer uma representação de todos os que se reuniram a 6 de janeiro em Belém: Zé, Maria, o menino Jesus, claro, e os três Reis Magos.

Pode, por isso, guardar a cabana situada no Pego, em Setúbal, para a essa data e começar o ano bem fresquinho ao dar um mergulho na piscina situada no pátio, mesmo em frente à casa (se for corajoso para isso). A casa tem ainda uma varanda para ver o pôr do sol, que aqui deve ser precioso, tal como o nome do alojamento perto das praias do Pego e Carvalhal.

Em dezembro, uma noite começa nos 345€ e em janeiro, para cumprir com o plano, custa a partir de 253€.

Cabana em palha

Eis a cabana francesa em palha e com um pormenor diferente das demais: fica no topo de uma árvore e é preciso passar uma ponte de madeira para chegar ao refúgio secreto em Perret, antiga comuna francesa na região administrativa da Bretanha. É o sítio ideal para uma escapadinha a dois (capacidade do alojamento), que vão adormecer com os sons da ave noturna que dá nome à cabana (Cabane de l'engoulevent) e que abunda na floresta de Quénécan, onde se situa o alojamento.

Já de manhã, o terraço oferece uma vista panorâmica sobre a natureza e pela hora de almoço começará a sentir o cheiro de um pão cozido no forno de lenha — só tem de levar os dotes que adquiriu no primeiro confinamento.

Uma noite para duas pessoas em dezembro custa desde 100€.

The Grand Tiki

Por último, e talvez melhor, esta grande cabana tiki feita de palha permite dormir no meio do mar, com todo o conforto. Imagine o que é estar deitado no colchão king-size feito à mão e ver o oceano para qualquer lado que olhe.

Nesta suite em Key West, Estados Unidos, isso acontece e durante o dia até pode estar a ler um livro no alpendre com os pés de molho. Quer dizer, talvez não em dezembro, a não ser que vista o fato de mergulho cedido no alojamento e aí até pode fazer snorkel.

Uma noite para duas pessoas custa desde 662€, em dezembro.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.