A acne é uma lesão inflamatória que ocorre maioritariamente na zona do rosto, e que embora muitas vezes seja associada à adolescência pode ocorrer em vários momentos da vida e com uma intensidade variada. Há muitos fatores que levam ao aparecimento de acne, mas será que aquilo que comemos leva a um agravar da situação? A MAGG falou com nutricionistas e dermatologistas para entender melhor este problema.

Catarina Lopes, nutricionista funcional, não tem dúvidas de que há uma relação entre a acne e aquilo que comemos. E sugere como primeira medida uma redução da ingestão de alimentos inflamatórios. A lista é gigantesca, mas a nutricionista deixa alguns alertas especiais e diz que é fundamental evitar o consumo de óleos vegetais; cereais refinados, ou seja, cereais mais pobres do ponto de vista nutricional e que têm menos benefícios para a saúde, açúcares, carnes suínas, refrigerantes, bebidas alcoólicas, trigo ou leite e derivados.

O sabonete de 7€ que está a mudar a pele de quem sofre de acne severo
O sabonete de 7€ que está a mudar a pele de quem sofre de acne severo
Ver artigo

A dermatologista Helena Toda Brito explica que a relação entre a dieta e a acne ainda não está totalmente esclarecida, sendo que são necessários mais estudos para clarificar esta questão. Mas acrescenta que os alimentos que mais consistentemente têm sido apontados como potenciadores do acne são o leite de vaca e os alimentos com um elevado índice glicémico.  "A ingestão de leite de vaca tem sido implicada no agravamento do acne. Embora o motivo deste agravamento continue por esclarecer, pensa-se que esteja relacionado com a presença de algumas hormonas no leite, que poderiam provocar inflamação nos tecidos, (a inflamação pode obstruir os poros, provocando acne) e estimulação da produção de sebo (oleosidade natural da pele). Dos vários tipos de leite (gordo, meio-gordo ou magro), o leite magro parece estar associado a um maior agravamento do acne."

Quais os alimentos que ajudam a combater a acne?

"Os alimentos anti-inflamatórios parecem estar envolvidos com a melhoria do quadro do acne", esclarece a nutricionista Catarina Lopes. Não existe um alimento que vá curar a acne, mas existe uma necessidade de mudança de estilo de vida e melhora na qualidade dos alimentos consumidos.

12 produtos para ter uma cara impecável em segundos (perfeito se passa o dia em videochamadas)
12 produtos para ter uma cara impecável em segundos (perfeito se passa o dia em videochamadas)
Ver artigo

Os alimentos considerados anti-inflamatórios são os legumes e verduras; chás de ervas; frutas; azeite extra virgem; óleo de abacate; gengibre; curcuma ou açafrão-da-terra.

Segundo Helena Toda Brito vários estudos sugerem que os alimentos com baixo índice glicémico podem ajudar a combater o acne. "São exemplos destes alimentos a maioria dos vegetais frescos, alguns frutos frescos e as leguminosas." A dermatologista diz ainda que se pensa que a dieta hipoglicémica reduza o acne através da eliminação dos picos de açúcar no sangue.

Precisamos de ter alguma rotina alimentar para diminuir/impedir a acne?

Alguns estudos mostram que "dietas com altas cargas glicémicas, ou seja, com muitos açúcares, levam a picos de insulina e como consequência levam ao aumento do IGF-1 (factor de crescimento da insulina), que leva ao aumento da secreção sebácea, resultando em acne", explica Catarina Lopes. Por isso, de acordo com a nutricionista, é fundamental "ter uma dieta com baixa carga glicémica e rica em verduras, legumes e frutas para diminuir o quadro inflamatório e ajudar na cicatrização das lesões."

Está a comer só porque não tem nada para fazer? Nutricionistas dão dicas para controlar a fome emocional
Está a comer só porque não tem nada para fazer? Nutricionistas dão dicas para controlar a fome emocional
Ver artigo

Helena Toda Brito diz que o aconselhado é ter uma alimentação saudável e variada, com um baixo índice glicémico, "não só pelos benefícios para a pele como também para a saúde em geral." Mas caso haja suspeita de que determinado alimento, como as azeitonas, por exemplo, esteja a provocar ou agravar o acne, "deve-se prestar atenção à forma como a pele reage após a sua ingestão, bem como ao que acontece após a sua remoção da dieta."

Helena Toda Brito acrescenta que há alimentos que podemos substituir por outros que não provoquem acne. "O leite de vaca pode ser substituído por bebida vegetal, por exemplo: leite de soja, leite de arroz. O arroz e pão brancos podem ser substituídos pelos correspondentes integrais e os alimentos e bebidas açucaradas podem ser substituídos por alternativas menos açucaradas." Já os desportistas que tomem suplementos proteicos à base de whey (proteína do soro do leite de vaca) "podem substituí-los por suplementos proteicos de origem vegetal."

A dermatologista diz que é importante lembrar que existem diversos fatores que contribuem para o aparecimento e agravamento do acne. "Por exemplo, genética, stresse, algumas doenças ou a dieta. Dessa forma, embora uma mudança na dieta possa ajudar a melhorar o acne, habitualmente não é por si só suficiente para o controlo da doença, sendo importante o seguimento pelo médico dermatologista, para aconselhamento dos cuidados com a pele e prescrição de medicação se necessário."

Newsletter

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.
Subscrever

Notificações

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.