O avião não é o meio de transporte mais sustentável do mundo, mas é o único que nos permite conhecê-lo mais rapidamente, de uma ponta à outra. Contudo, agora já é possível escolher o destino, mais ou menos distante, de acordo as emissões de carbono, através da nova ferramenta da Google, lançada esta quarta-feira, 6 de outubro.

A plataforma baseia-se nas estimativas das emissões da Agência Europeia do Ambiente (AEA) e quando um utilizador pesquisa um voo, a Google relaciona os dados da AEA com a origem, o destino, o tipo de aeronave e o número de lugares em cada classe de voo para mostrar qual o valor das emissões de carbono para chegar ao destino, revela a empresa norte-americana.

Salvar o planeta a descansar: 4 alojamentos para relaxar de consciência tranquila
Salvar o planeta a descansar: 4 alojamentos para relaxar de consciência tranquila
Ver artigo

Para conseguir ver quais as emissões de carbono de cada voo, o processo é simples: tem de aceder ao Google Voos, pesquisar o local para onde pretende ir, clicar na seta para baixo que estará à direita e aí vai encontrar as estimativas das emissões para cada parte da viagem. Pode ainda ordenar os resultados por emissões de carbono: só tem de clicar onde diz "ordenar", à direita, e de seguida onde diz "emissões de CO2". O primeiro voo que aparecer é o que emite menor quantidade de dióxido de carbono.

A emissão será tanto menor, quanto mais eficiente for o avião no que diz respeito ao combustível e quanto menor for a rota. Por outro lado, a emissão é maior quando a viagem é feita em classes superiores — económica premium, executiva e primeira classe —, dado que implica menos lugares disponíveis no avião, logo, faz com que sejam necessários mais voos.

Contudo, a nova funcionalidade de Google não é exclusiva às viagens de avião. O comboio também faz parte das estimativas de viagem, que, por norma, serão mais sustentáveis do que as aeronaves.

Pode começar por experimentar a funcionalidade com um dos países mais sustentáveis do mundo: a Finlândia, Suécia ou Dinamarca, que ocupam o pódio dos países mais sustentáveis no Relatório de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas, divulgado em julho. A MAGG fez uma simulação entre Lisboa e a capital da Alemanha, Berlim, conhecida pelas bicicletas que circulam por toda a parte. Encontrámos um voo com menos 28% de emissões de carbono através da companhia aérea Brussels Airlines, emitindo um total de 218 quilos de CO2. Comparativamente, o voo com maiores emissões de carbono implica 334 quilos de CO2 (+ 10% de CO2).

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.