As escolhas para um estilo de vida mais sustentável já não se limitam à separação do lixo que fazemos em casa. Podemos, e devemos, diminuir a pegada ambiental ou comprometermo-nos a devolver parte do que é destruído. É isto que faz a agência de viagens Top Atlântico. Depois de identificar, através do Relatório de Sustentabilidade 2021 elaborado pela empresa, as práticas sustentáveis já aplicadas e as que necessitavam de melhorias, a agência de viagens delineou ações a desenvolver com base nos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, definidos pelas Nações Unidas.

Já pode pedir o reembolso dos vales de viagem que não conseguiu usar na pandemia
Já pode pedir o reembolso dos vales de viagem que não conseguiu usar na pandemia
Ver artigo

É desse esforço e empenho que resulta a TopAtlântico +Planeta, que se traduz num compromisso com a sustentabilidade através de várias iniciativas, internas e externas, pautadas por uma maior responsabilidade social.

É que a preocupação com o meio ambiente é um tema cada vez mais relevante que se alarga, na vida quotidiana de cada um, a escolhas tão simples como as peças de vestuário que usamos, os regimes alimentares que adotamos ou, no caso, à forma como nos movimentamos pela cidade e pelo mundo.

A Top Atlântico +Planeta, reforça a preocupação da agência de viagens com essa problemática, permitindo que, por exemplo, haja visitas ou interação dos viajantes com comunidades locais.

Em que é que se reflete este compromisso nas viagens +Planeta?

  • Na seleção de visitas a mercados e/ou produtores locais, privilegiando e promovendo comerciantes e comunidades locais;
  • Na seleção, sempre que possível, de fornecedores ou trabalhadores locais;
  • Na introdução de componentes formativas e de sensibilização à preservação da natureza e das espécies;
  • Em visitas ou interação com as comunidades locais, participando em atividades ou projetos que ensinem os viajantes sobre a cultura e património a preservar na natureza.

Além destas medidas, a Top Atlântico assinou um protocolo com o programa Criar Bosques, da Quercus, para que todos os programas de viagem contribuam com a plantação de árvores. O objetivo é compensar o CO2 produzido por cada viajante. Com isto, a empresa pretende não só diminuir a pegada ambiental, mas também converter e induzir os viajantes a adotar comportamentos mais sustentáveis ao longo da sua vida.

Alguns dos programas disponíveis pela Top Atlântico incluem, por exemplo, uma escapadinha à Costa Vicentina & Rio Mira, disponível de abril a dezembro, que contribui com a plantação de uma árvore por viajante e inclui um passeio a cavalo em São Luís, um passeio de canoa pelo Rio Mira, uma experiência de artes circenses, um passeio de bicicleta por Vila Nova de Mil Fontes e um passeio noturno com ceia.

Mas há mais expedições, como: Trilhos Fluviais & Rio Vouga, Douro Internacional & Foz Côa, Açores, Madeira, Bornéu, Islândia, Nepal, Indonésia, Chile e outras mais.

Isabel Silva, apresentadora, criadora de conteúdos, influenciadora digital e embaixadora da Top Atlântico + Planeta, viajou em outubro para os Açores, de modo a experimentar uma das expedições disponíveis, que promovem visitas locais e o contacto imersivo com a natureza.

Para Isabel Silva, a sustentabilidade é, “nada mais, nada menos, do que sermos cuidadores”, tal como explicou em entrevista à Top Atlântico. É com conhecimento de causa que Isabel partilha o que é, para si, ser sustentável.

Isabel Silva soma e segue
Depois dos livros e de uma revista digital, de uma linha de roupa, de um ginásio e de uma marca de barras energéticas, a também empresária associou-se à Top Atlântico para promover o Top Atlântico +Planeta, um serviço que aposta em experiências diferenciadoras créditos: Top Atlântico

“Ser sustentável é cuidar hoje para não comprometer o futuro. Devemos, acima de tudo, cuidar. Cuidar da natureza, do outro, preservar a essência da terra e da vida”, refere a influenciadora digital na mesma entrevista que pode ler — assim como conhecer a experiência em que participou — no blogue da agência de viagens Top Atlântico.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.