Lavar os dentes é quase como uma tarefa automática no nosso dia a dia: compramos uma qualquer escova e pasta de dentes, cumprimos os requisitos que os dentistas nos pedem — como lavar os dentes pelo menos duas vezes por dia e durante dois minutos —, e tentamos (ou devíamos) fechar a torneira durante a escovagem. O que nem sempre seguimos à risca é o fio dentário. Mas isso pode mudar.

Sabemos que qualquer novidade, seja roupa de desporto ou uma agenda, deixa-nos sempre mais motivados para cumprir com as obrigações, e a escovagem dos dentes não é exceção. Por isso, nada como apostar nas inovações mais amigas do ambiente no que diz respeito à higiene oral que foram surgindo ao longo dos últimos anos. 

Pandemia também teve impacto na saúde oral dos portugueses. Dois especialistas explicam como
Pandemia também teve impacto na saúde oral dos portugueses. Dois especialistas explicam como
Ver artigo

Já deve ter ouvido falar nas escovas de bamboo, mas há muito mais do que isso. Sabia que já pode ter uma escova de dentes cujas cerdas em fim de vida são recicláveis e trocadas por outras com as mesmas características, e nem tem de trocar o cabo? Este é o conceito da doop, uma startup portuguesa que lançou esta nova escova vitalícia no Dia Mundial da Saúde Oral, celebrado a 20 de março.

Além da primeira escova de dentes feita totalmente a partir de materiais reciclados e recicláveis, há outras opções no mercado para acompanhar o restante momento de lavagem. Nunca ouviu falar de pastilhas que substituem as tradicionais pastas de dentes? Existem e uma delas é da marca Georganics, que já se encontra à venda em vários pontos em Portugal. Se está a perguntar-se como é que funciona, uma das maiores especialistas no que diz respeito a sustentabilidade, Catarina F. P. Barreiros, explicou nas suas redes sociais com recurso a um vídeo.

Com a teoria dada, resta-lhe passar à prática. Para isso, precisa de ter os produtos certos e nós sugerimos-lhe alguns. Deve ter sempre em atenção que a pasta de dentes deve conter flúor para previr cáries dentárias, de acordo com a Ordem dos Médicos Dentistas.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.