Bárbara Guimarães estreou-se este sábado no "Estamos em Casa", a nova aposta da SIC para as manhãs de fim de semana. O formato acontece em direto, no mesmo cenário de "Casa Feliz", e espera-se que o apresentador seja rotativo. Esta sexta-feira, 8 de janeiro, João Baião e Diana Chaves entregaram a chave da "casa" à apresentadora no final da manhã, que foi assim o primeiro rosto a conduzir o novo "Estamos em Casa".

No dia em que Bárbara Guimarães regressou à antena da SIC, fê-lo acompanhada de amigos. Foi justamente ao lado de uma das melhores amigas, Rute, que abriu a emissão, para depois dar as boas-vindas aos portugueses. "Bom dia. É aquilo que mais adoro dizer quando acordo", disse a apresentadora.

Bárbara Guimarães regressa à SIC para apresentar novo formato
Bárbara Guimarães regressa à SIC para apresentar novo formato
Ver artigo

Bárbara começou por revelar que, ao longo da manhã, iria receber amigos, pessoas que a inspiram e que fazem parte da sua vida. Rute foi a primeira, que se dedicou à cozinha, e preparou umas bochechas de porco para o almoço. A apresentadora recebeu ainda a chamada da avó, Maria de Lurdes, e revelou que esta é uma espectadora assídua dos seus programas.

Mas um dos momentos mais emocionantes do programa chegou quando a apresentadora não teve medo de falar da sua luta contra o cancro da mama e recebeu Emanuel Gouveia, o médico oncologista do IPO de Lisboa que a acompanhou durante a doença. Ambos salientaram a importância de uma ligação próxima entre médico e doente oncológico, principalmente durante os tratamentos, e Bárbara Guimarães recordou alguns momentos marcantes da sua jornada.

"Disse-me que era um desafio, que ia demorar algum tempo", lembrou a apresentadora, que se referiu à luta contra o cancro da mama como uma "maratona". Bárbara Guimarães enalteceu ainda a honestidade do seu médico, mesmo quando este foi obrigado a partilhar notícias mais duras.

"Lembra-se o que me disse quando lhe perguntei o que é que me ia acontecer? Sorriu e disse-me que, a seguir à segunda ronda de quimioterapia, ia ficar igual a si, e passou a mão pela cabeça", recordou a apresentadora, referindo-se à perda de cabelo, dado que Emanuel Gouveia é careca.

Emocionada, Bárbara Guimarães lembrou também o momento em que surgiu na cerimónia de 2019 dos Globos de Ouro, quando ainda lutava contra o cancro da mama. O médico Emanuel Gouveia salientou que a aparição da apresentadora foi importante para passar uma mensagem de força às pessoas a passar pelo mesmo, e Bárbara Guimarães revelou de quem partiu a ideia do momento.

"O Daniel Oliveira teve a ideia", esclarecendo que foi o diretor de programas da SIC que lhe fez o convite e também quem construiu o momento, incluíndo o texto. "A SIC é feita de trabalhos de equipas e nós somos uma grande equipa."

Durante o programa, Bárbara Guimarães recebeu também o maestro António Vitorino d'Almeida, e recordaram o "Duetos Imprevistos", formato que conduziram na estação em 1999. Sofia Santareno, cirurgiã plástica, também esteve no "Estamos em Casa", e lançou um passatempo para recuperar a auto-estima de três mulheres doentes oncológicas, com a oferta de vários tratamentos.

O programa fechou com a presença de Mico da Câmara Pereira, que foi surpreendido pela mulher e pela filha mais nova, e ainda cantou uma seranata. O "Estamos em Casa" regressa para a semana — resta saber a quem João Baião e Diana Chaves vão entregar a chave na próxima sexta-feira.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.