O regresso de Teresa Guilherme à TVI surpreendeu todos e não tardaram as reações de amigos e colegas da estação. "Setembro é já amanhã!", mas parece que foi ontem que Nuno Santos, diretor-geral da TVI há menos de um mês, começou a planear o "Big Brother — A Revolução" para o qual idealizou Teresa como apresentadora do formato.

Nuno Santos, que chegou à TVI como diretor de programas da TVI, dá as boas vindas a Teresa Guilherme no Instagram, publicando o comunicado que deu conta da novidade na tarde desta terça-feira, 4 de agosto.

Quem tardou, mas não deixou de se pronunciar foi o apresentador do "Big Brother 2020", Cláudio Ramos desejou boa sorte à apresentadora e prometeu ser espectador do formato. "Ver a Teresa de regresso ao formato é a certeza de que a televisão, como a vida, é feita de ciclos, de espaço para todos e de coisas bonitas", diz. O apresentador refere que é assim que faz sentido e que será "o primeiro a estar frente ao ecrã a ver" pela colega que torceu por si esta temporada.

Fica agora a dúvida sobre qual será o futuro de Cláudio Ramos na TVI. O apresentador mudou-se da SIC para Queluz de Baixo em fevereiro de 2020 com um único projeto: apresentação da edição comemorativa dos 20 anos do "Big Brother".

Já Cristina Ferreira, também de regresso à TVI como Diretora de Entretenimento e Ficção, já reagiu sobre o facto de Teresa Guilherme voltar à casa mãe na qual impulsionou o sucesso dos reality shows em Portugal. "A TVI tem memória. Setembro é amanhã", diz a ex-apresentadora d'"O Programa da Cristina" na SIC.

Da RTP ao "Big Brother": como Teresa mudou a TV

2000 marca a viragem na carreira de Teresa Guilherme, da TVI e da televisão portuguesa. A estação de Queluz de Baixo, sob a batuta de José Eduardo Moniz, adquiria os direitos daquele que seria o primeiro reality show feito em solo português.

Em setembro desse ano, estreava-se o "Big Brother", apresentado por Teresa e o formato viria a mudar para sempre a forma como vemos TV e nos relacionamos com conceitos como fama, vigilância e voyeurismo.

Depois de ter começado a carreira na RTP e de ter conduzido vários programas de sucesso na SIC, como "Não se Esqueça da Escova de Dentes", Teresa Guilherme apresentou, entre 2000 e 2003, três edições regulares do "Big Brother" e duas edições com celebridades. Regressa em 2011 à TVI e à condução de reality shows, na segunda edição de "Casa dos Segredos", sucedendo a Júlia Pinheiro.

Teresa Guilherme está de volta para apresentar "Big Brother A Revolução"
Teresa Guilherme está de volta para apresentar "Big Brother A Revolução"
Ver artigo

Sucederam-se nada mais nada menos do 15 edições de reality shows, entre os quais os regressos de "Big Brother VIP" e "A Quinta" e ainda "Love on Top". "Casa dos Segredos: Desafio Final 4" e "Biggest Deal", em 2017, foram os últimos formatos deste género que apresentou. Em fevereiro de 2018, Manuel Luís Goucha, o amigo de longa data de Teresa Guilherme, assumia a condução da "Casa dos Segredos 7".

Quando, em fevereiro deste ano, Cláudio Ramos era anunciado como apresentador do "Big Brother 2020", colocando um ponto final em meses de especulação, a esperança de que Teresa Guilherme poderia voltar ao "Big Brother" caía por terra. Mas, afinal, havia sempre setembro.

Newsletter

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.
Subscrever

Notificações

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.