Salvador Lopes, também conhecido por Diva Broadway de Guimarães, subiu ao palco do "All Together Now" este domingo, 11 de abril, para brilhar com a sua interpretação de "Cabaret". Apesar de não ter conquistado um lugar no pódio, sente-se um vencedor por ter mostrado o seu talento.

Em declarações aos jornalistas na conferência de imprensa desta terça-feira, 13, o cantor de apenas 17 anos refere que passou por uma experiência incrível no formato apresentado por Cristina Ferreira. "Estava super lindo, o que foi bastante positivo. Fiquei surpreendido, mas queria ter dado mais de mim", começa por dizer.

Antes do "All Together Now", Marta Alves conquistou jurado de peso na RTP
Antes do "All Together Now", Marta Alves conquistou jurado de peso na RTP
Ver artigo

Depois da sua performance, Salvador confessa que os vimaranenses o passaram a ver com outros olhos. Nos últimos dias, o jovem tem recebido mensagens de apoio e de agradecimento por representar a cidade na televisão nacional. Quem ainda não deu a sua opinião foi o pai. "O meu pai ainda não me deu nenhum feedback porque tem estado a trabalhar. Mas fiquei surpreendido porque o meu irmão disse que gostou muito de me ver atuar", revela, acrescentando que o pai respeita a sua maneira de ser.

Da rutura com a mãe à "cultura um bocadinho perigosa" de Guimarães

Com a mãe, Salvador não tem qualquer tipo de relação. "Tirei a minha mãe da minha vida para poder brilhar. Ela não disse nada sobre a minha prestação no programa, mas neste momento nem me interessa."

A ligação à mãe quebrou-se quando os pais se separaram e Salvador chegou a passar por alguns momentos dolorosos, que não revela. Tinha 100 quilos e perdeu 35 devido a uma depressão por que passou. Ainda assim, ganhou mais autoestima e deixou crescer o cabelo, que diz ser um toque de diva.

O ex-concorrente do formato da TVI vive em Guimarães com o pai e o irmão de 21 anos e diz que gosta daquela cidade. No entanto, nem sempre é fácil ser-se "diferente" numa cidade mais "tradicional".

"Guimarães tem uma cultura um bocadinho perigosa, é uma cidade que sente muito a própria cidade. Adoro viver aqui, mas o estranho e o diferente vão ser sempre um alvo. Ser um pouco mais colorido é um desafio. Cheguei a um ponto em que já não quero saber, mas às vezes reparo em olhares e comentários", conta.

O sonho da Broadway e espetáculos do La Féria

Questionado sobre quais são os objetivos para o futuro, Salvador não hesita em dizer que adoraria fazer parte de um musical de Filipe La Féria. Considera-se uma "bicha efervescente" e "divertida" e, por isso, os espetáculos com mais cor e brilho são algo que o cativam.

"Sinto-me muito ligado à Broadway, acho que é porque uma canção tem de ter três componentes: cantar, dançar e representar, que são as coisas de que mais gosto", afirma, não escondendo o sonho de fazer parte de grandes espetáculos internacionais.

Para já, o cantor está a terminar o 12.º ano e pretende continuar a investir na sua formação. Quer ingressar num curso superior de cinema ou teatro musical para continuar a fazer aquilo que mais gosta.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.