A 17 de julho, a notícia de que Cristina Ferreira deixava a SIC para regressar à TVI, agora como acionista da Media Capital e diretora de Ficção e Entretenimento, surpreendeu o mundo televisivo. No início de setembro, a apresentadora assumiu funções na estação de Queluz de Baixo, e as mudanças não se fizeram esperar: revolucionou o "Somos Portugal", trouxe de volta Teresa Guilherme para a condução do "Big Brother", já deixou no ar que podem existir mudanças nas manhãs e anunciou o seu novo formato, embora ainda envolto em muito secretismo.

Até que chegou o dia da estreia. Esta quarta-feira, 23 de setembro, começou o "Dia de Cristina", que marcou o regresso da apresentadora à antena da TVI. E o que é exatamente o "Dia de Cristina", para além do de "tudo o que a Cristina quiser", tal como afirmou várias vezes a apresentadora? Bom, é certo que a segunda metade da emissão está reservada para a tarde, mas parece-me que Cristina quer regressar a Carnaxide.

Descobrimos os maiores fãs de Cristina Ferreira. Posters nas paredes, bolos no aniversário e enxoval para o filho Tiago.
Descobrimos os maiores fãs de Cristina Ferreira. Posters nas paredes, bolos no aniversário e enxoval para o filho Tiago.
Ver artigo

Tínhamos uma cozinha com Joana Barrios a preparar comida? Sim.Tínhamos Cláudio Ramos a petiscar enquanto passava revista às últimas gossip com celebridades (com uma nota especial para o momento hilariante em que Cláudio quer dizer spoiler e usa a palavra polaroid)? Certo. Ben a comentar o passatempo com Cristina? Também.

Cristina prometeu o futuro, uma nova TVI, um programa nunca antes visto na televisão portuguesa. A verdade é que senti que tinha entrado numa máquina do tempo e estava a ver uma qualquer manhã dos últimos meses de SIC.

Tudo isto não quer dizer que a manhã da TVI não tenha cumprido todos os requisitos de um momento de daytime. Cristina Ferreira surgiu ao som de Mariza, que cantou ao vivo "O Melhor de Mim", qual Grace Kelly nos seus tempos áureos. Diria que o look podia ser um pouco "too much" para um programa da manhã, principalmente devido ao colar, mas que estava impecável e elegante, isso estava.

Cristina Ferreira conduz este tipo de formatos com um à-vontade como ninguém, teve tempo para promover o talento dos atores mais jovens da novela "Amar Demais", falar com um casal que se reencontrou 33 anos depois e até com um padre. A crónica criminal não faltou para fechar o programa matinal, e o grande momento foi a entrevista a Cláudio Ramos, durante a qual a dupla falou sobre a saída do apresentador da SIC, a mudança no "Big Brother" e a relação de ambos.

Para além das muitas semelhanças com o formato que Cristina levou para a SIC aquando da sua contratação, e que foi elogiado e revolucionário ao ponto de pôr muitos portugueses a puxar a emissão para trás ao final do dia para ver um programa da manhã, o que vimos no "Dia de Cristina" foi justamente isso, um programa da manhã. E isto deixa a dúvida no ar: tivemos um preview do formato que vai substituir o "Você na TV", com Cristina a solo? Não sei, mas tenho cá as minhas apostas.

É certo que falta assistir à segunda parte do dia, e tudo é possível com Jorge Jesus, mas fiquei com a sensação que Cristina Ferreira quis implementar as ideias de sucesso que levou para a SIC e que, antes da mudança, nunca tinha conseguido fazer em Queluz de Baixo. Mas Cristina, olha que o cenário de Carnaxide era bem mais fofinho — no "Dia de Cristina", sinto que Artur Albarran pode surgir a qualquer momento a comentar o "horror, a tragédia", tais são os neóns e esse ar de femme fatale de salto agulha que, no fundo, quer oferecer 150 mil euros à velhinha que fizer o telefonem certeiro. Confuso.

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.