A despedida de Fátima Lopes do daytime televisivo marca o fim de uma era. A apresentadora de 51 anos foi o primeiro rosto da era das televisões privadas a tornar-se uma estrela ocupando estes horários. Primeiro nas tardes da SIC, com o formato "Fátima Lopes" (1998 - 2001) e depois nas manhãs, com "SIC 10 Horas", "Fátima" e, antes de se mudar para a TVI, novamente nas tardes, com "Vida Nova" (2009).

Mudou-se para a TVI em julho de 2010, estreando-se nas tardes da TVI a 3 de janeiro de 2011. Líder invicto até à estreia do talk show de Júlia Pinheiro, "Júlia", em 2018, "A Tarde é Sua" teve 2500 emissões ao longo de praticamente uma década. Pelo meio deram-se mais de 8 milhões de euros em prémios, 4 apartamentos e 30 automóveis.  "Nunca é fácil a despedida de de 10 anos de programas e de uma década que partilhámos juntos", disse Fátima Lopes no arranque da emissão.

TVI. Fátima Lopes regressa ao passado com "Perdoa-me" e Goucha estreia-se nas tardes
TVI. Fátima Lopes regressa ao passado com "Perdoa-me" e Goucha estreia-se nas tardes
Ver artigo

Na derradeira emissão, previamente gravada, Fátima Lopes passou em revista os melhores momentos de "A Tarde é Sua" e teve até direito a uma mensagem do presidente da República, que sublinhou a "importância" da apresentadora como profissional "mas sobretudo como pessoa". "É uma pessoa com um coração enorme, com uma bondade, uma abertura, uma disponibilidade, uma capacidade de de compreender os outros", sublinhou Marcelo Rebelo de Sousa.

Emocionada, Fátima Lopes agradeceu a mensagem de Marcelo Rebelo de Sousa. "Mais do que presidente, vejo-o como um amigo. Estas palavras aqueceram-me o coração".

Em 2021, Fátima Lopes terá um programa ao sábado à noite baseado no formato italiano "C´e posta per te'" (em português "Tenho uma mensagem para ti"), que reunirá familiares e amigos desavindos. Um programa muito semelhante àquele em que, em 1994, se estreou na SIC, "Perdoa-me".

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.