O "Ídolos" voltou no passado sábado, 9 de abril, sete anos depois da última temporada. É a nova aposta da SIC para a grelha de sábado à noite, mas, em semana de Páscoa, o canal decidiu surpreender os espectadores com dose dupla do programa de talentos, que conta com Sara Matos como apresentadora.

Apesar de continuar a marcar presença no serão deste sábado (16), pelas 21h45, também esta sexta-feira (15), o público teve direito a música para animar a noite — e, no caso, também para mexer com as emoções. A palavra "sim" ficou quase sempre na gaveta e só quatro candidatos receberam a placa dourada, que lhes confere passagem direta para a próxima fase do programa.

Músico brasileiro fica pelo caminho e espectadores não poupam críticas ao júri

Entre dezenas de concorrentes cujo sonho ficou pelo caminho, foi Fauzer Denner quem se destacou. Nas redes sociais, pelo menos. O jovem brasileiro é músico profissional, conquistou os espectadores e até os jurados, mas não passou à próxima etapa por, de acordo com o painel, talvez já não precisar de ganhar o "Ídolos".

"A questão é que já fazes concertos, tens 30 anos, já tens um perfil de artista e já te estás a especializar numa área. Não sei se é o lugar certo na tua vida para estares e para vires aqui, onde na fase seguinte se calhar tens que estar a fazer uma coisa completamente diferente", comentou o maestro Martim Sousa Tavares, um dos atuais elementos do júri, depois de o concorrente explicar que o estilo de que mais gosta (e que mais canta) é o sertanejo.

"Será que tu precisas disso na tua vida? (…) Não precisas de vir aqui ganhares o Ídolos (…) se calhar o teu futuro não passa por aqui, não precisa", acrescentou.

A verdade é que a atuação de Fauzer Denner com o tema "De Quem é A Culpa?", de Marília Mendonça, recebeu um feedback positivo dos jurados, que se manteve quando tocou a sua música original, "Me Promete".

Fauzer Denner
Fauzer Denner não passou à próxima fase, mas espectadores não concordaram com a decisão do júri. créditos: SIC

Apesar de ter recebido um "sim" de Ana Bacalhau e Pedro Tatanka, Fauzer Denner não passou à próxima fase. Foram vários os espectadores que não concordaram com a decisão e recorreram ao Instagram para manifestar o seu descontentamento. Em particular, numa publicação em que o programa pergunta qual o momento que "marcou mais" o público.

"Este júri é muito incoerente", lê-se na secção de comentários. "O painel de jurados deixa um bocadinho a desejar em termos de coerência", "foi injusto", acrescentaram outros internautas.

"Não percebem do que falam. Cada um canta o tipo de música [com] que se sente mais confortável, não o que eles querem", remata outro espectador.

Ainda assim, o concorrente recorreu à mesma rede social para deixar palavras de agradecimento ao programa português. "Muito obrigado pela oportunidade", escreveu.

Filha de Wanda Stuart passa à próxima fase e conquista elogios do júri

À semelhança de Fauzer Denner, foram vários os concorrentes que ficaram pelo caminho e apenas quatro talentos passaram à próxima fase. Entre eles, está Eva Stuart, filha da artista Wanda Stuart.

A jovem de 16 anos impressionou os jurados com a sua segurança ao cantar o tema "Drivers License", de Olivia Rodrigo. "Até à data, és a que reúne melhor todas as condições para ser o próximo ídolo de Portugal", admitiu o líder dos Black Mamba, Pedro Tatanka.

"Filha de peixe sabe nadar" e "a melhor que temos" são apenas alguns dos comentários do internautas à atuação da jovem. A decisão do júri foi unânime e Eva arrecadou um "sim" dos quatro elementos do júri. 

Espreite os concorrentes que passaram à próxima fase.

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.