No "Ídolos" deste sábado, 7 de maio, ouvimos 16 vozes, mas apenas nove conquistaram os jurados e arrecadaram os bilhetes dourados que conferem acesso à segunda etapa do programa, conduzido por Sara Matos, na SIC.

"Ídolos" com alma alentejana e Pabllo Vittar a dar "show". Conheça os 13 novos "sim"
"Ídolos" com alma alentejana e Pabllo Vittar a dar "show". Conheça os 13 novos "sim"
Ver artigo

Ana Bacalhau, Pedro Tatanka, Joana Marques e Martim Sousa Tavares estiveram (quase) sempre em sintonia e não tiveram dúvidas quando se cruzaram com a concorrente que, segundo a cantora, pode mesmo ser "uma Carolina Deslandes". Falamos de Carolina Oliveira, mais conhecida por Caco, a jovem de 16 anos que conquistou o painel de jurados com o tema "Can't Help Falling in Love", de Elvis Presley. 

"Mal ouvi o primeiro verso já estava conquistada à partida. Também sou fácil nessas coisas. Gostei muito da tua atitude mal entraste aqui, tens a atitude que se procura num ídolo", comentou Joana Marques, logo após a atuação de Carolina Caco. "Bastava dois versos para passares", acrescentou Pedro Tatanka. 

Carolina canta desde os 12 anos, idade com que deu o primeiro concerto para 500 pessoas, já compõe os próprios originais, tem "uma música a passar numa novela [e] um álbum que já saiu cá para fora", no entanto diz que vê no "Ídolos" uma "boa oportunidade para quem realmente quer ser artista".  A jovem ouviu um "sim" dos quatro jurados, mas, a avaliar pelas reações dos internautas, foi o comentário de Ana Bacalhou, já após a concorrente receber o bilhete dourado, que marcou a atuação.

"Ela pode ser uma Carolina Deslandes", afirmou a cantora em conversa com os colegas.

Carolina
créditos: Madalena Esteves / Fremantle

Já Edna Dallot conquistou o painel, mas acabou lavada em lágrimas

Ao contrário da atuação de Caco, que ficou marcada por sorrisos e elogios, o casting de Edna Dallot revelou-se intenso. A candidata deu voz a duas músicas completamente distintas, mas apenas a inglesa conquistou o painel de jurados.

Assim que acabou de atuar, a jovem aproveitou o tempo de antena para agradecer a oportunidade, mas acabou lavada em lágrimas. "Vocês não têm noção, eu quero agradecer primeiro muito por me estarem a ouvir, estou muito contente por estar aqui. As pessoas em casa não entendem o quão difícil e trabalhoso é chegar aqui [e] mostrar um pouco de nós", começou por dizer.

O painel não poupou elogios, mas Pedro Tatanka fez questão de deixar um conselho à concorrente. "Quando acaba a música desfazes-te logo (…) tens que aprender a lidar com isso, porque tiveste muito bem, acho que quando cantas és outra pessoa, tens que te agarrar a isso", disse. "Vieste com esta atitude de rockstar e eu gostei muito", confessou Joana Marques.

Edna Dallot
Edna Dallot créditos: Madalena Esteves / Fremantle

"Acho que estás em casa, estás onde queres, a fazer o jogo que queres. É-te fácil, saí-te fácil, sai com charme e de forma convincente", frisou Martim Sousa Tavares. A concorrente arrecadou um "sim" de cada um dos jurados e continua no programa rumo à próxima fase de castings.

O "Ídolos" deste sábado, 7, contou com 16 vozes distintas - e temas que oscilaram entre "Toxic", de Britney Spears, e "Lusitana Paixão", de Dulce Pontes. Ainda assim, apenas nove concorrentes arrecadaram o feedback positivo necessário para continuar em competição.

Já estão selecionados todos os concorrentes que vão marcar presença na fase do teatro, a segunda fase de castings.

Espreite os últimos concorrentes apurados.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.