Depois de a grande estreia de outubro ter sido "El Camino", o filme de "Breaking Bad", a Netflix pretende continuar a tendência ao apostar em mais duas longas metragens. E uma delas é a nova produção de Martin Scorsese que, juntamente com um elenco de luxo, se deve atirar à corrida do Óscar de Melhor Filme.

Com uma duração de 3 horas e 40 minutos, a nova produção do realizador de "Taxi Driver" e "Tudo Bons Rapazes" vai basear-se no suposto envolvimento da máfia no desaparecimento de Jimmy Hoffa — o líder sindical que desapareceu sem deixar rasto.

Séries. As 50 melhores temporadas de sempre, de acordo com os críticos
Séries. As 50 melhores temporadas de sempre, de acordo com os críticos
Ver artigo

Este é, no fundo, o regresso do realizador (e dos atores) aos filmes de gangsters em Nova Iorque, e à influência dos criminosos no submundo da máfia onde os códigos de silêncio e de honra imperam sobre qualquer outra coisa.

Além disso, há ainda a estreia de "The King" com Timothée Chalamet no papel de Henrique V, rei de Inglaterra, inspirado nalguns dos poemas mais importantes de William Shakespeare. Mas há mais.

Mostramos-lhe tudo o que vai chegar à Netflix nas próximas semanas.

"The King", 1 de novembro

A primeira grande estreia da Netflix é um filme histórico e conta com Timothée Chalamet no papel principal enquanto Henrique V, o rei inglês que se vê envolvido numa guerra sangrenta.

O filme, realizado por David Michôd, é vagamente inspirado nas obras de William Shakespeare e acompanha a figura do príncipe herdeiro que, descontente com o estado da realeza, decide viver fora da corte junto da restante população.

No entanto, com a morte do pai, é obrigado a regressar às responsabilidades e a assumir um cargo que nunca quis para si. Além de Chalamet, "The King" tem no elenco nomes como Robert Pattinson, Joel Edgerton e Lily-Rose Depp.

"The End of the F***ing World", 2.ª temporada — 5 de novembro

Além de ser britânica, "The End of the F***ing World" é uma comédia negra que retrata a relação de dois adolescentes que cuja única ligação advém do desdém que sentem pelo mundo.

Alyssa (Jessica Barden) e James (Alex Lawther) são dois estudantes da mesma escola. Ele, psicopata assumido e incapaz de sentir emoções como as outras pessoas, decide que Alyssa vai ser a sua primeira vítima. Ela apaixona-se por ele e convence-o a partir numa aventura pela busca do seu pai biológico. O forte da série, diz a crítica, está nos diálogos repletos de sarcasmo, ironia e humor negro.

"The Crown", 3.ª temporada — 17 de novembro

Desde intriga política ao mais simples mexerico entre criadas de realeza, "The Crown" é já uma das séries mais conceituadas da plataforma de streaming. A crítica destaca a qualidade dos atores, a forma como a história se vai desenrolando ao longo dos episódios e a forma como toda a equipa responsável pela produção se tem mantido fiel a uma narrativa que ainda está a decorrer.

É que os criadores da série querem chegar aos dias de hoje e isso implica passar por muitos anos de História — numa altura em que a princesa Diana ainda não foi apresentada na ficção. Na terceira temporada de "The Crown", cabe a Olivia Colman assumir o papel de rainha Isabel. E é um dos regressos mais esperados de 2019.

"O Irlandês", 27 de novembro

É um dos filmes mais esperados do ano que promete piscar o olho aos prémios Óscares. "O Irlandês", realizado por Martin Scorsese, conta com Al Pacino, Joe Pesci e Robert De Niro nos papéis principais e marca um regresso ao universo dos gangsters.

A história é baseada no livro "I Heard You Paint Houses" (que no fundo da máfia é linguagem de código para referir alguém que mata por dinheiro), e foca-se na figura de Frank Sheeran — um associado da família criminosa Bufalino, nos EUA. Sheeran terá admitido, em meados de 1975, ter assassinado Jimmy Hoffa, o líder sindical que desapareceu misteriosamente e que desencadeou uma série de manifestações violentas no submundo do crime.

A nova longa-metragem de Martin Scorsese custou, pelo menos, 150 milhões de euros, levando o "The Wall Street Journal" a assumir que é "o filme dramático mais caro dos últimos anos."

Newsletter

A MAGG é uma magazine para mulheres MAGGníficas. A MAGG faz um apanhado das mais estranhas que encontrámos nos sites das lojas.
Subscrever

Notificações

A MAGG é uma magazine para mulheres MAGGníficas. A MAGG faz um apanhado das mais estranhas que encontrámos nos sites das lojas.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.