É uma das séries exclusivas da OPTO SIC, o serviço de streaming do canal, e vai passar-se numa casa noturna situada no coração de Lisboa em que o sexo, o poder e a intriga vão andar de mãos ao longo de oito episódios. Falamos de "O Clube" cuja narrativa, embora envolta em grande secretismo, vai basear-se nas histórias do porteiro do famoso clube noturno Elefante Branco entre os anos 80 e 90, confirmou Carolina Torres, uma das atrizes principais, em entrevista à MAGG.

"'O Clube' é baseado nas histórias do porteiro do Elefante Branco, editadas em livro, que terão acontecido entre os anos 80 e 90 em Portugal. Algumas das coisas que se veem na série terão, por isso, alguma parte de verdade, mas não podemos dizer que é uma série de época porque a história passa-se e foi transposta para a atualidade", explica.

Carolina Torres sobre "O Clube". "Há cenas de sexo que diferem daquilo que se vê na ficção nacional"
Carolina Torres sobre "O Clube". "Há cenas de sexo que diferem daquilo que se vê na ficção nacional"
Ver artigo

E agora já sabemos a data da estreia. Pode apontar na agenda: 18 de dezembro é quando poderá ver o primeiro episódio de "O Clube". A informação foi confirmada à MAGG por fonte oficial da SIC. O elenco é composto por Vera Kolodzig, Sara Matos, Luana Piovani, Filipa Areosa, Carolina Torres, Margarida Vila-Nova, Vera Moura e Sharam Diniz — e contará ainda com a estreia de Ljubomir Stanisic na representação.

Na mesma entrevista à MAGG, Carolina Torres revela que toda a equipa de atores teve oportunidade de frequentar vários bares e "falar com algumas das raparigas que trabalham nesta área" para tentar perceber como é que o meio funciona e qual o contexto sócio-cultural e económico de algumas das trabalhadoras do sexo em Portugal.

Sobre o que esperar, a atriz diz que a série estará repleta de cenas de sexo muito diferentes daquelas a que nos habituamos a ver na ficção nacional. "Nesta série há muitas cenas de sexo que diferem daquilo que se vê na ficção nacional, como nas novelas, por exemplo, nas quais há o casal romântico a fazer amor ou uma violação super agressiva. Sexo, tal como o entendemos, há pouco", revela. 

Já sabemos quando chega
créditos: Nash Does Work/OPTO SIC

A personagem a quem dá vida, Irina, é de nacionalidade russa e vive em Portugal como acompanhante de luxo. "Além de ser muito boa naquilo faz, gosta disso e só quer curtir a vida. Mas depois tem problemas muito graves e é completamente louca, o que é ótimo para mim. Dá-me imensa pica fazer uma personagem destas e obriga-me a ultrapassar os meus limites porque a cada cena de gravação tenho a realizadora a dizer-me para a surpreender, para fazer pior, para me passar. Não podia fazer uma personagem melhor neste projeto."

"O Clube" é, para já, a segunda série exclusiva da OPTO SIC no que toca ao drama depois da estreia de "A Generala", protagonizada por Soraia Chaves e Carolina Carvalho.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.