Depois de uma gala intensa que culminou com a expulsão de Daniel Guerreiro, Teresa deixou-se levar pelas emoções ao falar com Pedro Alves. A concorrente desatou a chorar minutos depois de a gala ter terminado devido ao facto de a produção ter exibido novamente imagens de Teresa a falar mal dos colegas. Desta vez a visada foi Ana Catharina que lhe respondeu à altura.

Já depois de a gala terminar, pôde ver-se Teresa no quarto em lágrimas a falar com Pedro Alves. A concorrente explicou que estava cheia de pressão, acusou a produção de criar narrativas que não correspondiam à verdade e ainda ameaçou sair.

“Em quase todas as galas eu fico cheia de pressão. Vejo carradas de vídeos sobre mim e dos outros só vejo coisas bonitas. Comigo é sempre coisas de pressão. Eu não quero nada disso”, disse a Pedro Alves muito emocionada. O colega tentou acalmá-la por diversas vezes. “Sabes o que me apareceu hoje? Que eu não merecia ganhar. Deixa, Teresa. Sabes qual é o problema? É que nós dizemos o que sentimos”. Mas as palavras não foram suficientes.

"BB2020". Teresa é nomeada, arrisca expulsão e leva lição de Ana Catharina: "Eu abro as pernas quando quiser"
"BB2020". Teresa é nomeada, arrisca expulsão e leva lição de Ana Catharina: "Eu abro as pernas quando quiser"
Ver artigo

A mãe de Thierry voltou a reforçar que apenas tinha dado a sua opinião e acusou os restantes colegas de não fazerem o mesmo. “Não maltratei ninguém, disse a minha opinião. Os outros não dão a opinião, eu dou e depois vejo carradas de vídeos sobre mim. Eu também sou mãe. Imagina o que é veres a tua mãe constantemente a passar [na televisão]”. O tom rapidamente subiu de tom com Teresa a gritar.

“Mas há necessidade de fazerem a merda de um vídeo em que estou a beber leite sozinha lá fora? Enquadram-me a estar lá fora sozinha com as coisas que digo, com frases daqui e frases dali. Fazem como se fosse uma coisa péssima. Eu também tenho filhos lá foram. Para mim acabou. Não me quero justificar de mais nada”, disse visivelmente irritada. O namorado de Jéssica tentou novamente acalmar Teresa, dizendo para esperar alguns dias e para não se precipitar já com a saída.

“Eu achei que podia ser diferente. Eu vejo bem as coisas e da mesma maneira que sei avaliar os outros também me consigo avaliar a mim”, acrescentou. A concorrente ainda comparou a sua prestação no jogo com a participação do filho Thierry na “Casa dos Segredos”. “O meu filho não fez mal nenhum a ninguém e aconteceu o que aconteceu. Eu também não fiz mal nenhum a ninguém e vai-me acontecer o mesmo que aconteceu ao meu filho. Não vou ficar aqui para me acontecer a mesma coisa que aconteceu ao meu filho”.

“Eu não sou descartável. A pior coisa que me podem fazer é sentir-me descartável. Quero que o meu marido me venha buscar. Não vou esperar. Tenho a mala feita e não vou esperar. Agradeço tudo e mais alguma coisa, mas vou. Este filme já eu vi há muito tempo”, atirou.

Pedro Alves explicou que a concorrente estava “a fazer uma tempestade num copo de água” e que não valia a pena ficar assim tão irritada. Teresa parece ter acatado a opinião do colega já que, apesar das várias ameaças, ainda continua dentro da casa do Big Brother.

Newsletter

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.
Subscrever

Notificações

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.