O jogo está em constante mudança e, a pouco mais de um mês da grande final, há quem comece a ferver em pouca água e a mostrar vontade de abandonar a casa do "Big Brother".

António e Rui Pinheiro foram os menos votados pelo público e já não estão em risco de expulsão
António e Rui Pinheiro foram os menos votados pelo público e já não estão em risco de expulsão
Ver artigo

As ameaças começaram com Ana Barbosa, que procurou conforto em António, mas sentiu que este não lhe deu a devida atenção. Os concorrentes conversavam sobre o facto de a emigrante se ter recusado a participar num desafio de nomeados. "Nenhum de nós, aqui, tem muitos 'quereres'", dizia o lisboeta. Débora aproximou-se dos colegas para transmitir uma informação, mas a emigrante, que começava a ficar nervosa, considerou a intervenção "completamente inoportuna".

Perdeu o raciocínio sobre o que pretendia dizer a António e este ficou sem paciência. "Tu perdes-te e começas a falar de coisas que não interessam. Segue rumo, porque estamos a perder o fio à meada. Não me interessa a Débora, interessa-me o que tu tens para dizer."

"Mas posso-me expressar, também em relação à Débora? Podes ter um bocadinho de paciência para mim?", questionou Ana Barbosa, ficando em lágrimas. "Eu estou-me tão a passar, António", repetiu, diversas vezes, implorando ao companheiro que a deixasse "exprimir" e reforçando que se sentia "super cansada". "Vou pegar nas minhas trouxas e vou dar ao slide."

"Nem tudo está no teu controlo aqui, aliás, quase nada está no teu controlo. Parece-me que gostavas de controlar um bocado mais as coisas", ripostou o lisboeta. Ricardo entrou no quarto e tentou acalmar a colega, visivelmente alterada. Mais tarde, António explicou a Débora que Ana Barbosa está de "tolerância zero", ao que a concorrente de Cascais respondeu: "Se eu quisesse também andava aí a panicar. Desculpa lá, que ridículo". Rita, ao aperceber-se da situação lançou um "volta Ana Morina". "Diziam que esta casa era maluca com a Ana Morina..."

Num outro momento, também António mostrou intenções de desistir. Depois de um atrito com Bruno, deu pela falta de algumas peças de roupa, no quarto e deparou-se com a sua cama desfeita. "Metem-me ali, como se eu só fizesse mal, só dissesse mal. (...) Não tarda, pego na minha tralha e vou-me embora. (...) Qualquer dia não posso dizer nada. Se calhar olha, estou-me mesmo a cagar e vou é cagar nesta merda. Viro as costas e vou-me embora, tenho mais que fazer que aturar esta merda."

Minutos antes, António tinha-se exaltado com Bruno por sentir que este o acusava de "só dizer mal". "Muitas vezes falas de uma maneira que mostra síndrome de superioridade", disse-lhe o arquiteto. "As pessoas contam contigo porque gostam de ti. O que tens que fazer não é ainda cair mais em cima, é simplesmente ajudar." No confessionário, o jovem de Lisboa assegurou que era "o fim das manas", referindo-se à aliança com o arquiteto. As imagens foram transmitidas no "BB Extra" de quinta-feira, 25 de novembro.

Ana Barbosa, Débora Neves, Rafael Teixeira e Ricardo Pereira continuam nomeados e em risco de expulsão no próximo domingo, 28. Como é habitual, a MAGG abriu uma sondagem para saber quem é que os leitores preferem eliminar do jogo.

Responda à sondagem aqui.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.