Durante a tarde desta quarta-feira, 30 de setembro, os moradores da casa do "Big Brother - A Revolução" foram desafiados a defenderem causas e, para isso, ilustraram cartazes e camisolas para espalhar a mensagem. Renato acabou por revelar aos colegas que foi vítima de bullying quando era adolescente.

"As pessoas pensam sempre que é uma brincadeira, mas brincar com é muito diferente de gozar com. Há quem o faça por brincadeira, há quem o faça por não ter educação", explicou o concorrente de Penafiel.

"Na minha cabeça, pensava que a culpa era minha e que eu é que não conseguia levar para a brincadeira, ainda hoje penso nisso", acrescentou o jovem, de 21 anos. "Eram coisas que me faziam sentir inferior aos outros, que me faziam achar que não estava no sítio certo, que a culpa era minha e não deles", frisou.

Renato chegou mesmo a revelar aos colegas que passou por uma "espécie de depressão". "Não queria aceitar. Houve momentos em que pensei em coisas piores, mas guardava só para mim", contou o líder desta semana da casa mais vigiada do País.

Catarina do "Big Brother" revela que foi violada com 12 anos: "Eu era uma criança, caramba!"
Catarina do "Big Brother" revela que foi violada com 12 anos: "Eu era uma criança, caramba!"
Ver artigo

"Muita gente acha que aquilo que eu fiz, aos 16 anos, foi por causa da minha ex-namorada, mas só as pessoas mais próximas sabem a verdadeira razão. Não quero criticar as pessoas que o fizeram, porque eu é que devia ter lidado com aquilo", referindo-se ao momento em que lesionou o braço e acabou com a sua vida profissional de jogado de andebol.

Renato teve uma discussão com a ex-namorada, que o fez dar um soco num vidro duplo. O jovem pensou que não se fosse partir, mas acabou por partir toda a montra, deixando-lhe sequelas.

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.