Bruno de Carvalho foi expulso do "Big Brother Famosos" no passado domingo (13), com 53% da votação do público. Nem 24 horas depois de estar fora da casa mais vigiada do País, o ex-presidente do Sporting fez um direto no Instagram onde, de forma irada, abordou vários temas relacionados com a sua participação no reality show da TVI.

Com a mesma indumentária com que apareceu na gala de domingo fumou, bebeu, comeu sandes e, acima de tudo, comentou. "Eu vou dizer a verdade. É só esperarem", começou por afirmar. "Em breve, hei-de explicar tudo o que se passou ali dentro da casa. Avisei ontem toda a gente que, se não a deixassem sair isto, não ia correr bem. E não vai", garantiu. 

Depois da polémica, Bruno de Carvalho é expulso do "Big Brother Famosos" com 53% dos votos
Depois da polémica, Bruno de Carvalho é expulso do "Big Brother Famosos" com 53% dos votos
Ver artigo

"Eu nunca vi um casal onde um ficasse num programa e o outro saísse com uma acusação tão grande como esta", disse, em tom de desabafo. "Estou um bocado triste, porque não estava à espera de ficar sozinho nesta situação. Acho que é mau demais", explicou a quem assistia ao direto. "A Liliana disse-me o que é que eu ia enfrentar, e estou a enfrentar sozinho", argumentou.

"Ainda não tive coragem de ligar para as minhas filhas", revelou, afirmando que, pelo mesmo motivo, também ainda não tinha falado com a mãe. Bruno de Carvalho esteve cerca de uma hora em direto, tendo publicado a parte inicial do mesmo, com pouco mais de 20 minutos, no seu feed de Instagram. O direto atraiu milhares de pessoas, chegando quase aos 17 mil espectadores em simultâneo.

"Um Big, que é uma voz de merda, que não tem interesse nenhum"

Ao longo do direto, a irmã de Bruno, Alexandra de Carvalho, ia apelando ao bom senso do irmão e pedindo que parasse com aquilo que estava a fazer. "Pensa na mãe", ouvia-se ao fundo. Dizia que o irmão se estava a enterrar. "Tens problemas que cheguem", afirmou também. "Não estás a ganhar nada com isto", concluía.

Bruno não fazia caso e continuava a ouvir música e a falar para o ecrã do telemóvel. "Foda-se, então eu sou atacado de violência... ", referiu. "A pessoa está em casa por causa de um caralho de um psicólogo e de um Big, que é uma voz de merda, que não tem interesse nenhum", adiantou. "Mas qual é o sítio? O tribunal, daqui a oito anos?", perguntava à irmã, que respondia que Liliana "devia ter saído logo".

"Não dá. Leva com o Big, 'fique por favor, porque é assim que você defende o Bruno, ficando lá'", citou. "E depois tem aquelas atrasadas mentais das amigas, que são umas atrasadas mentais", acusou. "A Liliana que seja feliz com as atrasadas mentais das amigas, porque são muito importantes na vida dela", continuou.

Big Brother Famosos
créditos: Instagram

Além de afirmações como "Eu bebo para xuxu", "Eu quero é confusão" e "Não sou o Vieira", Bruno de Carvalho passou grande parte do tempo a criticar as amigas de Liliana Almeida, que "agora já estragaram tudo". Foi para Andrea Soares que dirigiu a maioria dos insultos, tendo até convidado a artista a juntar-se ao direto. Durante a gala, Andrea Soares gritou "Fica, Lili", depois de Liliana anunciar que sairia, e a cantora ouviu. 

"Se eu tivesse amigos como tu, metia-me num caixote do lixo de vergonha", disse Bruno, dirigindo-se a Andrea. "És tão importante, mandas os fatos para a gala", ironizou, apelidando Andrea de "amiga da onça". "Não me digam que a Andreia só tem coragem de entrar nos programas", disse, ao ver que Andrea não iria juntar-se a si na live.

"Nunca senti o que senti pela Liliana. Nunca me passou pela cabeça. Elas conseguiram estragar tudo"

"A Liliana ter-se apaixonado por mim foi uma crise para elas", acredita, referindo-se às amigas da ex-Non Stop, ou "bitches", como apelidou. "Elas são uma cambada de estúpidas", insultou. "Imagina: um dia, eu gostava de um homem, e os meus amigos começavam-me todos a foder a cabeça", comparou. "Nunca senti o que senti pela Liliana. Nunca me passou pela cabeça. Elas conseguiram estragar tudo", esclareceu.

"Ela há-de ter uma namorada não sei quê, mas não há-de ser feliz. Porque são umas atrasadas mentais, sempre foram. Sobretudo essa Andrea de merda, é uma atrasada mental", continuou. "É importante para vocês é que a Liliana mantenha uma coerência em termos de raciocínio LGBT. Feliz? Não. Palhaças são o que vocês são", elaborou, também.

"Venha a Comissão dizer o que é que eu fiz de mal", convidou, referindo-se à queixa que a Comissão para a Cidadania e a Igualdade de Género (CIG) fez do comportamento de Bruno para com Liliana ao Ministério Público. "Porque é que fizeram uma queixa de mim quando eu tenho três filhas, um pai de 90 anos e uma mãe de 80?", questionou.

Além de convidar Andrea Soares a juntar-se ao direto, Bruno de Carvalho desafiou também Carolina Deslandes, Joana Mortágua e A Pipoca Mais Doce, celebridades que criticaram a sua atitude publicamente, e que insultou várias vezes durante o direto. "Gostava, depois de todo o respeito que eu mostrei pela Liliana, e defendê-la, e que ela não dissesse disparates... Não é que ela saísse, porque isso ela está completamente manipulada pelo Big", afirmou.

"Gostava que a família dela falasse comigo. Dizer 'Bruno, vai para o raio que te parta' ou 'Bruno, foi bom'. Qualquer coisa. Uma palavrinha da família é mau demais, não é? É difícil", considerou. O empresário ainda perguntou aos espectadores se queriam o seu número, mas a irmã rapidamente se opôs. "A minha mãe chegou. Chega" — e foi assim que terminou o direto.

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.