Hélder foi expulso do "Big Brother - Duplo Impacto" esta quinta-feira, 28 de janeiro, após ter recriado a saudação nazi dentro da casa, em mais do que uma ocasião. Em entrevista aos jornalistas, o ex-concorrente considerou a sua saída injusta e que não conhecia o significado do gesto que fez. Fala ainda da relação com Anuska e da zanga com Pedro Soá.

Hélder não concordou com a expulsão e acredita que seria mais justo ser sancionado com uma nomeação direta na próxima semana do jogo. "Muita gente tem-me apoiado e disseram que foi injusto da parte do 'Big Brother' e a forma como ele falou comigo. Falou de uma forma muito fria e estranha", explicou, acrescentando, no entanto, que não fica magoado com a produção do programa da TVI.

"Não conhecia o gesto relacionado com o Hitler", frisou Hélder. "Fazia apenas o gesto porque achava que era engraçado, nunca levei para a maldade. Já vi muitos vídeos dele, mas nunca achei que afetasse as pessoas", disse, revelando que fez uma pesquisa na internet para perceber o contexto. "Podemos fazer o gesto mas não podemos é dizer algumas palavras".

E ex-concorrente do "Big Brother" vais mais longe: "Se no Carnaval, existem pessoas que se mascaram e fazem a marcha do Hitler, então temos de recriminar todos". Reiterando que achou injusto ter recebido a sanção máxima do jogo, Hélder diz de forma peremptória que deveria, numa primeira instância, ter sido chamado a atenção por parte da entidade máxima da casa quanto à recriação da saudação nazi que fez, apesar de ter sido alertado pelos colegas da casa.

A relação com Anuska "pode ser mais do que uma amizade"

O ex-concorrente do "BB2020" revelou que Anuska lhe enviou algumas mensagens, mas que ainda não teve tempo de responder. "Acho que a posso ter magoado um pouco, mas o meu coração é tão grande que a Anuska cabe cá e sei que o coração dela ainda está aberto para mim", afirmou, referindo-se à indignação da irmã de Iury após ter visto a cumplicidade que desenvolveu com Joana Diniz quando ainda estava na casa.

"Se eu sinto que uma companheira está triste, então tenho de a fazer feliz", começou por dizer em relação à proximidade com Joana Diniz, isto após Anuska ter sido expulsa pelos portugueses na primeira semana de jogo. "Se errei em relação às brincadeiras que tive com a Joaninha, nunca pensei que fosse ter aquela proporção, mas tenho a certeza que ela ficou um bocadinho apaixonada", disse ainda.

Anuska regressa ao "Big Brother" para terminar tudo com Hélder. "Já foi!"
Anuska regressa ao "Big Brother" para terminar tudo com Hélder. "Já foi!"
Ver artigo

Hélder não tem dúvidas de que Anuska terá sentido ciúmes. "Se ela sentiu ciúmes, é porque gosta de mim. Eu vou atrás da Anuska, nós somos amigos e sempre tivemos uma amizade especial. Fiquei surpreendido por ter entrado na casa e isso ajudou a perceber que a nossa relação pode ser mais do que uma amizade", confidenciou.

A zanga com Pedro Soá dentro da casa

Quando ainda estavam na casa, Hélder e Pedro Soá, ambos ex-concorrentes da edição do "Big Brother" apresentada por Cláudio Ramos, protagonizaram uma acesa discussão. "Pedi desculpa porque realmente reagi a quente. Se calhar, não era o momento certo de dizer algumas coisas", afirmou Hélder relativamente a ter dito na casa que o jogador do Montijo o terá influenciado naquela edição. Desde esse momento que os dois ficaram de costas voltadas

"Há muitas formas de falar e nunca gostei da forma como o Pedro fala, apesar de gostar muito dele. Acho que ele não aceitou o pedido de desculpas porque pensou que fosse ironia da minha parte, mas fui sincero. Por isso, não sei como vai ser cá fora", rematou o agora ex-concorrente do reality show da estação de Queluz de Baixo.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.