Esta terça-feira (11), Jardel recebeu um avião que parou a casa e provocou vários sorrisos. Com os concorrentes reunidos no jardim, junto à piscina, passou a mensagem "Jardel .PT <3 Como Es. Twitter & Dana", que pretende apoiar o antigo jogador de futebol. "Portugal ama-te como és", assinado "Dana" e Twitter.

"É a Jordana, a minha irmã", esclareceu logo Jardel. Essa parte foi fácil, mas, no que toca a "Twitter", o craque mostrou-se mais confuso. "O que é Twitter?", perguntou aos colegas. "É uma rede social", elucidou-o Liliana. "Tenho só Instagram", respondeu de volta. Os outros concorrentes reforçaram "É bom, Jardel. É ótimo".

Jardel e Kasha falam sobre o vício do álcool: "Eu dei muitos maus exemplos"
Jardel e Kasha falam sobre o vício do álcool: "Eu dei muitos maus exemplos"
Ver artigo

A MAGG falou com Jordana Jardel, que se confessa "viciada" no "Big Brother Famosos". Através do Instagram, tem partilhado e comentado vários excertos do programa. Na mesma rede social, após o envio do avião, agradeceu aos colaboradores e aos apoiantes. À MAGG, contou que foram os fãs do irmão que a contactaram para avançar com a iniciativa.

"Pediram ajuda e eu claro, disse que sim. Eu nem sabia, não tinha visto os aviões. Depois é que me explicaram como funciona", esclareceu. "Desde pequena que me chama Dana", disse-nos, explicando o porquê da assinatura na mensagem. Esta quarta-feira (12), Mário Jardel recebeu outro avião, desta vez dos adeptos do Futebol Clube do Porto. "E ainda vai receber outro, de uns amigos", garantiu-nos a irmão mais nova do antigo futebolista.

"Fiquei com medo de ele se prejudicar mais do que já foi prejudicado"

A entrada de Mário Jardel, 48 anos, na casa mais vigiada de Portugal deixou a família do ex-craque com "receio". "A gente fica com medo, porque depois que entra o público, as pessoas cá fora, ninguém sabe como vai ser a reação das pessoas", explicou Jordana à MAGG. "Bem ou mal, as pessoas vão falar", relembrou, justificando o receio que sentiram.

"Fiquei com medo de ele se prejudicar mais do que já foi prejudicado", avançou "Dana", como lhe chama o irmão. "E tínhamos medo de ele se expor muito", disse. "Ele falou que não, 'vai ser bom para mim'", adianta, sobre a reação de Jardel. A família conversou com o Super Mário "para ele ter atenção e não se expor tanto". "Falámos com ele no Brasil, dei-lhe umas dicas", contou-nos Jordana. "Decidimos apoiar até ao final", garantiu.

A apreensão inicial por parte da família acabou por ser contrariada pela onda de apoio que Mário Jardel tem recebido dos portugueses que acompanham o "Big Brother Famosos". A reação "tem sido positiva" para Jordana. "Nós não esperávamos por isso. Ele não vai agradar todos, mas está agradando a maioria das pessoas", crê. "Ele tem muitos fãs aqui fora, já os tinha mesmo antes da casa. Tem muita gente que gosta dele e que o vai apoiar sempre", acredita a empresária de 36 anos.

"O que ele é lá dentro, ele é aqui fora. Não está a usar uma máscara"

A prestação de Mário Jardel na casa, até agora, está a agradar tanto Jordana, como à restante família. A genuinidade do antigo jogador do Sporting e do Porto é bastante apreciada pelos seus entes queridos. "As pessoas veem um lado que nunca viram dele. O Jardel nunca foi muito de se expor, só quando jogava futebol. Mas não a vida privada", alertou Jordana. Assim, "foi bom para mostrar o jeito dele, como é no dia a dia", uma vez que, para a irmã, Mário está a ser igual a ele mesmo.

"O que ele é lá dentro, ele é aqui fora. Não está a usar uma máscara", garantiu a empresária à MAGG. "Ele está indo bem, está sendo ele, aquele jeito brincalhão", disse-nos. A família até brinca quando todos os concorrentes estão juntos: "quando eles se reúnem todos, ele é o que fala mais alto", afirma Jordana, animada. "Ele é bem hiperativo, sempre foi assim. Está sempre em movimento, acorda cedo, às seis da manhã vai comprar o pão", contou-nos.

"É uma pessoa bem simples, gosta de fazer as coisas, de treinar", pelo que "estar trancado numa casa deve incomodar ele". Por ser uma "pessoa bem ativa", de acordo com Dana, "deve estar sendo muito complicado" ver a sua liberdade reduzida dentro da casa do Big Brother. Ainda assim, acreditam que chegará à final.

"Espero que ele possa fazer um jogo limpo e sem passar por cima de ninguém"

As expetativas para o futuro do irmão no programa são para que tudo corra pelo melhor. Neste momento, acredita que "ele está um bocado perdido", porque "tem medo de confiar nas pessoas". Assim, acaba por confraternizar com todos os colegas, sem escolher um grupo mais próximo. "Não está querendo ser amigo de todos, mas também não está querendo conflito. Ele tem o jeito dele", explicou-nos a irmã mais nova.

"Não é fácil para ele estar numa casa com um montão de gente. Espero que ele possa fazer um jogo limpo e sem passar por cima de ninguém", afirma Jordana. Os dois irmãos sempre foram próximos, de acordo com a mesma, e por vezes chegam a encontrar-se em Portugal. "Tem semana que a gente não se fala", disse, reforçando que, ainda assim, não falta proximidade. Jordana, que vive na Suíça, planeia estar presente em algumas das próximas galas para apoiar o irmão.

Veja as fotografias de Mário Jardel com a família

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.