O Algarve começa já por esta altura do ano a sentir a pressão dos turistas nacionais e estrangeiros, que vão em busca das praias, em particular das águas, em geral mais quentes. Mas com o calor, a temperatura da água pouco importa. O objetivo é mesmo refrescar e isso também se pode fazer mais para norte.

Fomos para o extremo oposto do País, o Minho litoral, à procura das praias e da brisa mar, e por vezes do rio, que banha as cidades mais a oeste da região.

Um roteiro pela Costa Vicentina que vai além das idas à praia e passeios pelos trilhos
Um roteiro pela Costa Vicentina que vai além das idas à praia e passeios pelos trilhos
Ver artigo

Começámos em Caminha, dirigimo-nos a Esposende e pelo caminho tropeçámos em alojamentos com as melhores vistas do litoral minhoto. As praias prendem-nos pela água azul a fazer contraste com a areia branca do areal e ainda pelos desportos que permitem desafiar as correntes ou descobrir as profundezas do oceano Atlântico.

Pronto a descobrir os encantos do Minho litoral?

Caminha

Praia do Moledo
Praia do Moledo créditos: facebook

Caminha é o nome da cidade mais a norte da região do Minho litoral e pode ser também entendida de outro modo: Caminha no sentido de caminhar. É que este município é um dos pontos de passagem obrigatórios de quem faz os Caminhos de Santiago, mas também para simples apaixonados por caminhadas. É que aqui encontram cinco trilhos pedestres de pequena rota — desde o Trilho do Cabeço do Meio-Dia ao Trilho Por Entre o Mar e a Montanha —, sendo que quatro deles percorrem a deslumbrante Serra d’Arga.

Quanto a praias, já deve ter ouvido falar da praia do Moledo, ponto a partir do qual é possível observar o Forte do Ínsua, praia que é famosa não só pelos extensos areais, como pelas qualidades terapêuticas devido à quantidade de iodo na água. A saúde estende-se à prática de surf, bodyboard e windsurf, depostos que deixam todos em forma de modo divertido, mesmo nas férias.

5 dicas para se preparar para os novos trilhos que esperam uma visita no verão
5 dicas para se preparar para os novos trilhos que esperam uma visita no verão
Ver artigo

Como não podia deixar de ser, está entre as praias da Bandeira Azul, perfazendo um total de cinco que hasteiam este sinal de qualidade em 2022, entre elas a praia do Forte do Cão, que se destaca pela presença do Forte do Cão que lhe dá nome, uma fortificação militar defensiva construída entre 1699 e 1702 e classificado como Imóvel de Interesse Público em 1967.

Para ficar, nada como o conforto de um hotel no pós praia. No Design Wine & SPA Hotel o mar fica a cerca de 1,5 quilómetros, já o rio e o o Monte Santa Tecla estão mesmo à frente dos olhos, em especial dos que escolhem os quartos com melhor vista. Além de um spa para deixar o corpo ainda mais relaxado do que as ondas do mar permitiram, no espaço da Enoteca pode desfrutar de vinhos tradicionais portugueses antes de um jantar de sabores minhotos no restaurante do hotel.

Uma noite para duas pessoas custa desde 81€, com pequeno-almoço incluído.

Viana do Castelo

Praia do Cabedelo
Praia do Cabedelo créditos: cm-viana-castelo

O município de Viana do Castelo está nos nossos corações, às vezes de forma literal. É de lá que é o coração de Filigrana, também conhecido como coração de Viana, que pulsa inúmeras visitas curiosas à cidade para saber mais sobre esta arte. Mas há muito para descobrir.

A melhor forma de começar é por um dos miradouros, que permitem ver a paisagem circundante e alguns dos pontos a visitar de seguida. Pode fazer um roteiro só de miradouros, com passagem obrigatória no Miradouro Do Cervo, em Lovelhe, com um daqueles baloiços que fica bem no Instagram, e também no Miradouro Senhora do Minho, na Montaria.

Uma vez avistada a cidade e natureza que envolve Viana do Castelo, pode explorar os roteiros temáticos para conhecer melhor ora a cultura do azulejo, ora a doçaria tradicional da qual fazem parte os chocolates AVianense. Todavia, uma vez que estamos aqui pela proximidade ao mar, é altura de falar dele.

Entre as praias a visitar, está a praia do Cabedelo, uma das várias do município com Bandeira Azul. A praia da Ínsua, mais a norte de Viana do Castelo, também a tem, assim como a praia de Castelo do Neiva, a que está localizada mais a sul. Os mais radicais podem aventurar-se em atividades náuticas, como aulas e passeios de sup, de surf, Kitesurf ou windsurf, com o operador Sports Center Feelviana.

Além de impulsionador de atividades no mar, o Sports Center Feelviana é um hotel com quartos, suites e bungalows em plena harmonia com a natureza. Uma noite para duas pessoas custa desde 185€.

Esposende

Praia de Ofir
Praia de Ofir créditos: visitesposende

Uma boa razão para ir anualmente a Esposende são as famosas festas Juninas que celebram os Santos Populares. A 12 e 13 de junho celebra-se o Santo António, depois a 23 e 24 o São João e a 28 e 29 o São Pedro — todas as festas com os incontornáveis Vinhos Verdes da região e também sardinhas, salada de pimentos e caldo verde em 35 restaurantes aderentes.

Contudo, quando as festas acabam há ainda muitos bons motivos para ir a Esposende. Um deles são as atividades náuticas de rio e mar. No que diz respeito aos rios, pode aproveitar a corrente dos rios Cávado e Neiva para fazer canoagem ou mesmo kitesurf no rio Cávado através de uma das empresas que providenciam estas atividades (Proriver, Dunar, Go Kite School e Kook Proof).

Já no mar, nada como um mergulho, mas não daqueles desajeitados à superfície. É um mergulho até aos fundos rochosos e florestas de laminárias, através do Forum Esposendense ou o Centro de Mergulho e Ecologia Marinha Esposendense. Existem ainda outras atividades tendência do verão para fazer: paddle surf e stand up paddle (através da Proriver, Dunar, Go Kite School, Kook Proof e Elementfish – Water Sport Camp).

Também pode só ficar estendido no areal fino da praia de Ofir, em Vila de Fão, a sul da foz do Rio Cávado e integrada no Parque Natural do Litoral Norte, assim como das praias Apúlia, Marinhas-Cepães e Suave Mar — todas as galardoadas com Bandeira Azul em 2022.

Para ficar a dormir, obviamente que tem de ser junto ao mar e com vista para ele. Mais. Com os pés em cima da areia logo ao acordar. Existe um apartamento em Fão que o permite, ideal também para simplesmente ficar a ver o rebentar das ondas a partir da varanda privada no 2.º andar de manhã, basta reservar a partir de 143€ por noite para duas pessoas na plataforma Airbnb.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.