"Não ter jeito para cozinhar" não é uma expressão que Sofia Paixão, criadora da CookingSchool, aceite e foi exatamente para mudar essa mentalidade que decidiu criar a primeira escola portuguesa de "cozinha saudável e natural" do País. Na CookingSchool o requisito para entrar é apenas um: querer saber mais sobre cozinha saudável e equilibrada.

Tirando partido de cada alimento, sem espaço para desperdício ou aditivos químicos (e dando primazia ao sabor da comida), com este projeto que começou em março, em soft opening, Sofia Paixão ensina de forma prática, intuitiva e sustentável, sempre em sintonia com o planeta.

Da Raiz à Rama. O livro que nos ensina a não desperdiçar nada na cozinha
Da Raiz à Rama. O livro que nos ensina a não desperdiçar nada na cozinha
Ver artigo

"O que queria era juntar nesta escola todo o conhecimento de cozinha saudável e natural compatível com todos os tipos de alimentação. Nós não nos queríamos concentrar apenas na alimentação vegan, gluten free ou paleolítica: o que queremos é dar a oportunidade às pessoas de escolher o curso, sempre com o objetivo de serem saudáveis, mas com base na alimentação de cada um", explica Sofia Paixão em entrevista à MAGG.

O curso completo tem a duração de três meses e é durante este período que a especialista em cozinha saudável e natural e em alimentação sem glúten vai ensinar a fazer as escolhas mais acertadas desde o processo de seleção de ingredientes ao planeamento das refeições.

As aulas estão divididas em 12 módulos (um por semana), sendo as teóricas lecionadas às quartas-feiras, em direto, das 18h30 às 19h30. Já as práticas são previamente gravadas, têm a duração de duas horas, e a ideia é que os alunos ponham em prática o tema da semana e preparem várias receitas.

Para quem não puder comparecer ou queira simplesmente rever a matéria, as aulas semanais ficam disponíveis durante os 12 meses de curso. O valor total é de 950€, mas se preferir outras opções, há vários cursos mais pequenos e workshops temáticos também disponíveis no site. 

Para já, não está pensada a abertura de uma escola física, visto que o objetivo de Sofia é que qualquer pessoa do País, ou até do mundo, possa participar nos cursos sem ter de se deslocar a Lisboa. Contudo, a fundadora do projeto garante que vão passar a haver vários workshops presenciais.

Além de Sofia Paixão, a escola conta com uma equipa de professores especializados em diferentes áreas da cozinha como a criadora do projeto Joana Limão, Cátia Curica e Eunice Maia.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.