Se há uns tempos até podíamos ter desculpa para não treinar porque as alternativas à nossa disposição eram poucas, nos últimos anos têm surgido cada vez mais projetos que pretendem pôr os portugueses a praticar exercício de forma divertida e inovadora.

Um deles é o Brooklyn Fitboxing, que chegou a Portugal há cerca de um ano e meia e conta já com três espaços na capital. Depois de Carnide e Areeiro, as marca internacional abriu no final do mês de janeiro um novo estúdio no Saldanha — e é lá que vai poder gastar calorias a dar murros num saco de boxe, ao mesmo tempo que dança ao som de música animada.

8 ginásios ideais para regressar ao exercício físico, sem passadeiras ou elípticas
8 ginásios ideais para regressar ao exercício físico, sem passadeiras ou elípticas
Ver artigo

"O Brooklyn Fitboxing é boxe sem contacto que junta também movimentos de kickboxing e muay thai ao ritmo da música. Temos um saco para cada atleta, sensores que podem medir a sincronização, a energia gasta e as calorias perdidas durante o treino", explica Jéssica Cadenas, responsável pelo projeto em Portugal, à MAGG.

As aulas duram 47 minutos e, segundo Jéssica, são muito intensas, mas adaptadas ao ritmo de cada pessoa. Na sala, está sempre um treinador a supervisionar o treino. "É um ginásio boutique e isso permite que de duas em duas semanas o treino seja alterado por completo e não se torne repetitivo para quem vem."

Os movimentos no saco de boxe são ainda intercalados com um treino funcional onde se inserem exercícios como burpees, flexões ou agachamentos (estimando-se que cada atleta perca cerca de 1000 calorias em 47 minutos). "O ideal é que as pessoas venham duas a três vezes por semana porque depois do treino continuam a perder calorias", afirma a responsável pelo espaço.

Uma aula experimental no Brooklyn Fitboxing Saldanha custa 9,95€ e dá direito a luvas e ligaduras. Os preços mensais começam nos 50€ e variam consoante a número de vezes que se vai por semana e a localização do ginásio. À MAGG, Jéssica revela que está prestes a abrir mais um espaço no Alto dos Moinhos.

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.