Um atleta neerlandês que participou este domingo, 8 de maio, na Meia Maratona de Lisboa morreu após a prova. A informação foi confirmada pela organização da corrida, que não avançou quaisquer detalhes relativamente às circunstâncias da morte.

Da corrida ao ioga, 5 aplicações que prometem ajudar na tarefa de ficar em forma
Da corrida ao ioga, 5 aplicações que prometem ajudar na tarefa de ficar em forma
Ver artigo

"O Maratona Clube de Portugal [responsável pela organização da prova] recebeu com profunda tristeza a notícia do falecimento de um atleta de nacionalidade neerlandesa, após a realização da Meia Maratona de Lisboa", lê-se num comunicado citado pela CNN Portugal, no qual a organização endereça "as mais sinceras condolências à família do atleta".

Até à data de publicação deste artigo, as causas da morte do atleta, que estaria a participar na corrida de 21 quilómetros sobre a Ponte 25 de Abril, ainda não são conhecidas. No entanto, houve ainda registo de uma outra situação médica grave durante a prova. Estima-se que relacionada com as altas temperatuas que se fizeram sentir em Lisboa durante este domingo, 8.

A pessoa em questão já estável e livre de perigo, avança a Rádio Renascença, com base nas informações confirmadas pela Agência Lusa.

A etíope Tsehay Gemechu Beyan consagrou-se a grande vencedora da prova feminina da Meia Maratona de Lisboa, tendo completado a corrida em uma hora, seis minutos e 44 segundos. Já o primeiro lugar da prova masculina foi conquistado pelo queniano Kenneth Kiprop Renju, que demorou uma hora e 13 segundos a completar o percurso.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.