Portugal regista já 43.156 infetados e 1.598 mortos pelo novo coronavírus. São estes os novos dados avançados pela Direção-Geral da Saúde (DGS) no boletim epidemiológico desta sexta-feira, 3 de julho. Estes números representam um aumento de 374 infetados, enquanto as vítimas mortais registadas são de mais 11 do que as de ontem.

Problemas intestinais como diarreia, vómitos ou dor abdominal são também agora apontados como novos sintomas nos estágios iniciais da infeção com o novo coronavírus. A revelação é feita pelo jornal espanhol "ABC", que acrescenta que 60% dos infetados apresentam estas característica ainda antes dos problemas respiratórios. Os sintomas, se detetados a tempo, podem assim ter um papel fundamental na contenção do vírus.

No que diz respeito ao tratamento do mesmo, esta quinta-feira, 2 de julho, a farmacêutica espanhola PharmaMar assegura que há um medicamento mais eficaz que o Remdesivir, fármaco que tem sido usado contra a COVID-19 e tem dado que falar depois de os Estados Unidos terem comprado quase toda a reserva mundial para três meses.

Jovens fazem concurso para ver quem é o primeiro a ficar infetado com COVID-19. O vencedor ganha um pote de dinheiro
Jovens fazem concurso para ver quem é o primeiro a ficar infetado com COVID-19. O vencedor ganha um pote de dinheiro
Ver artigo

Em causa está a plitidepsina, composto químico comercialmente conhecido como Aplidin, que mostrou um resultado antiviral entre 2.400 e 2.800 vezes superior ao Remdesivir no modelo de célula Vero, de acordo com o jornal "La Vanguardia" que cita a conclusão de um estudo realizado pelo laboratório sul-coreano Boryung Pharmaceutical, parceiro da PharmaMar.

Newsletter

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.
Subscrever

Notificações

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.