Estudantes de Tuscaloosa, no estado do Alabama, nos Estados Unidos, estão a fazer festas em que convidam pessoas com a COVID-19 e fazem apostas para ver quem é que é o próximo a ficar infetado, reporta a "CNN". Os eventos começam com os participantes a deixarem dinheiro num pote — o primeiro a ser diagnosticado fica com o valor ali colocado.

"No início achámos que se tratava de rumores. Fizemos uma investigação e não só médicos confirmam, como também o estado recebeu a mesma informação", disse à Sonya McKinstry, membro da Câmara Municipal de Tuscaloosa, à "CNN", acrescentando que ouviu falar pela primeira vez nestes eventos através dos bombeiros.

COVID-19. Investigadores suecos dizem que imunidade de grupo pode ser superior ao que os testes mostram
COVID-19. Investigadores suecos dizem que imunidade de grupo pode ser superior ao que os testes mostram
Ver artigo

Não é a primeira vez que se organizam férias nesta cidade, acontecimentos que deixam McKinstry "furiosa". Relembra as consequências: "Não só é irresponsável, como podem contrair o vírus e levá-lo para casa dos pais ou avós."

"Isto não é político. Isto é um problema de saúde pública. Há pessoas a morrer e não há cura. Temos de fazer tudo o que pudermos para salvar o máximo de vidas que conseguirmos", acrescentou.

Tem havido várias festas ilegais neste estado, sendo que se calcula que haja ainda mais do que as contabilizadas. As autoridades têm feito esforços para interromper este tipo de ajuntamento, tendo também aprovado uma lei para a utilização de máscaras que entra em vigor já na segunda-feira, 2 de julho.

No estado do Alabama há já 39 mil casos confirmados de COVID-19, tendo o vírus provocado já perto de mil mortes-

Newsletter

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.
Subscrever

Notificações

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.