Uma criança de apenas 4 anos caiu esta quarta-feira, 5 de julho, da janela da casa onde vivia, em Valbom, Gondomar, e acabou por morrer. O menino estaria em casa a dormir com o pai, terá acordado e ido espreitar pela janela, atraído pelo som de crianças a brincar cá em baixo no jardim. Na janela, havia algumas tiras de vidro que serviam para arejar a casa mas também para proteger só que duas delas já tinham desaparecido, o que levou a que a criança tivesse conseguido debruçar-se por entre elas, acabando por cair.

O alerta foi dado às 14h02, de acordo com fonte dos Bombeiros Voluntários de Valbom, revela o "Jornal de Notícias" desta quinta-feira, 6. Na altura, já vários vizinhos se abeiravam do corpo da criança caído no chão, já inanimado. Logo de seguida chegaram as equipas de socorro, com INEM, PSP e Proteção Civil. "Todas as manobras de reanimação foram em vão", acabou por explicar o adjunto de comando da corporação de Valbom, Manuel Viana, citado pelo "JN".

Foi por entre os vidros em falta desta janela que a criança caiu
Foi por entre os vidros em falta desta janela que a criança caiu créditos: Foto: Carlos Carneiro/Global Imagens

Uma das primeiras vizinhas a chegar ao corpo da criança foi Sandra Pereira, que terá ficado em choque com o que viu. A criança estava já em paragem cardio-respiratória. De acordo com esta vizinha, ouvida pelo "JN", os pais da criança eram de nacionalidade brasileira e viviam "há três ou quatro meses" naquela casa, juntamente com outras pessoas. Outra vizinha, Maria Madureira, igualmente ouvida pelo "JN", diz que viu os bombeiros a tentar reanimar a criança. "Quando cheguei, vi o miúdo ainda no chão e os bombeiros a fazerem as manobras de reanimação. Estiveram ali uns 20 minutos. Tentaram de tudo", mas sem resultado.

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.