Quintino Aires é a nova aposta da CMTV. Depois de ter sido afastado pela TVI do "Big Brother" na quinta-feira, 15 de setembro, na sequência de comentários homofóbicos no "BB Extra", o psicólogo e comentador vai fazer parte do formato "Rua Segura", um programa do canal do grupo Cofina, escreve o “Correio da Manhã”.

Quintino Aires afastado pela TVI do "BB Extra" após comentários homofóbicos
Quintino Aires afastado pela TVI do "BB Extra" após comentários homofóbicos
Ver artigo

"Quintino Aires é um rosto generalista, livre e desassombrado com vasta experiência em televisão", disse Pedro Mourato, diretor-executivo da CMTV, segundo o mesmo jornal.

No "BB Extra”, na passada terça-feira, 14 de setembro, Quintino Aires referiu-se ao concorrente Bruno D’Almeida, que levou à Assembleia da República o debate sobre a discriminação dos homossexuais na doação de sangue, como uma "bicha desocupada”.

"Big Brother". Bruno D'Almeida impulsionou alteração das regras de doação de sangue
"Big Brother". Bruno D'Almeida impulsionou alteração das regras de doação de sangue
Ver artigo

Alegando, ainda, que a norma da Direção-Geral da Saúde (DGS) que, até então, impedia homossexuais de doarem sangue, apenas existia "porque os homossexuais eram muito mais promíscuos". Quintino Aires referiu-se ainda à Marcha de Orgulho LGBT+ como "marcha da vergonha".

TVI afasta Quintino Aires, mas psicólogo questiona as motivações do canal

"Perante o discurso proferido ontem [na noite de terça-feira, 14 de setembro], no 'BB Extra' pelo comentador Quintino Aires, a TVI afirma que não se revê neste tipo de comentários", avançou a estação televisiva de Queluz de Baixo, que, posteriormente, confirmou à MAGG o afastamento do psicólogo da posição de comentador da nova edição do reality show "Big Brother".

Depois de ter sido afastado, Quintino Aires recorreu à sua página de Facebook para comentar a decisão da TVI, alegando que a reação do canal não teve que ver com as declarações homofóbicas, mas com as críticas proferidas pelo psicólogo ao ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita.

“Relativamente ao meu afastamento da TVI, estação à qual contribuí à sua construção durante 24 anos, ainda no tempo em que era apenas um barracão antigo armazém industrial, é evidente que nada teve que ver com esta terça-feira. Quando na primavera do ano passado eu saí, tomei a decisão porque não me deixavam ir a antena”, escreveu.

“Tenho para mim, mas apenas uma suposição, que as minhas duras críticas ao senhor ministro Eduardo Cabrita, num momento em que o governo dá três milhões à TVI, possam estar relacionadas. Mas isso sou apenas eu a pensar”, acrescentou.

Na mesma publicação, Quintino Aires refere-se à comunidade gay como um "guetto", no qual nunca teve necessidade de se incluir. O novo rosto da CMTV reforçou ainda que o facto de ser homossexual não significa que se "identifique com as atitudes de outros homossexuais".

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.