Um comentário misógino no podcast "No Filter Pod" resultou num vídeo emotivo de um professor e fotógrafo, casado e pai. Tido começou quando Anthony Casasanta, um dos elementos do trio do podcast composto também pelo atleta Nick Casasanta e Jason L Girratano, explicou estar pronto para deixar a futura mulher se esta se desleixasse fisicamente após o parto.

"Se a minha mulher se desleixar depois de temos filhos, vou dizer-lhe uma vez: 'Se não mudares,  — [porque] quero continuar a estar sexualmente atraído pela minha mulher/namorada —, se não conseguires fazer isso, estou fora'", comentou Anthony. Este trecho do podcast foi partilhado na rede social TikTok com a descrição "mudem pelos homens também, mantenham-se em forma" e viralizou, não pelas melhores razões.

O comentário misógino foi visto e ouvido por mais de 33 mil pessoas, entre elas o professor e fotógrafo Chesko que respondeu ao que foi dito pelo membro do podcast com um vídeo emotivo partilhado também no TikTok. Chesko começou por dar como exemplo a própria mulher, com quem está casado há 11 anos, que uma vez lhe perguntou porque é que ele não edita as suas fotos como edita as dos clientes. Inicialmente, Chesko não percebeu a que é que a companheira se referia. E explicou porquê.

"Percebi que não consigo editar as fotos dela porque não há 'defeitos'. Cada 'defeito' que ela vê é parte da nossa história. Cada coisa de que ela não gosta nela mesma lembra-me dos nossos filhos maravilhosos. Simplesmente não consigo entender a forma como o rapaz deste vídeo pensa", disse.

A reação, feita em lágrimas, foi também tocante para os mais de 2 milhões de pessoas que colocaram um gosto e outras 46 mil que comentaram o vídeo de Chesko (por si só popular na rede social).

36 fotografias impressionantes que mostram como é o corpo da vida real e o do Instagram
36 fotografias impressionantes que mostram como é o corpo da vida real e o do Instagram
Ver artigo

O professor e fotógrafo gravou a reação ao podcat sem repetir a gravação e considera que terá sido essa a razão para o vídeo ficar viral. "Filmei tudo num take vindo do coração, coloquei logo a legenda e publiquei antes de entrar numa reunião. Acho que este é um dos motivos para ter tocado tanta gente. Se tivesse seguido um guião para falar sobre algo assim, não teria sido tão genuíno", disse em entrevista ao site "Bored Panda".

Chesko começou a fazer vídeos no TikTok em janeiro de 2021, mas nenhum outro tinha tido tanto impacto como este. "A positividade avassaladora nos comentários, e-mails, stiches e DM's [mensagens privadas] tem sido uma das maiores experiências da minha carreira e só mostra porque é tão importante ser vulnerável para com o público", reconhece o professor, cujos vídeos baseiam-se em opiniões e reviews sobre temas desde ensino à saúde mental.

Grande parte dos comentários na publicação de Chesko fazem críticas ao trio de "No Filter Pod" e acusam-nos de masculinidade tóxica. "Homens destes não deviam casar com uma mulher, claramente não gostam assim tanto de mulheres", pode ler-se num deles. "É por isto que estás casado e eles falam sobre uma mulher hipotética", diz uma utilizadora em tom de brincadeira dirigindo-se a Chesko.

Veja o vídeo partilhado pelo professor.

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.