Com o fim do verão e a chegada do outono chega também a tradicional mudança de hora nos relógios, que nos permitirá adequar a luz do dia às nossas vidas. Neste caso, iremos atrasar os relógios, o que fará com que a noite chegue mais cedo, mas também fará com que o dia nasça mais cedo.

A mudança da hora está agendada para o próximo dia 30 de outubro, último domingo do mês. Nessa altura, "a hora será atrasada em 60 minutos, às duas horas de tempo legal", como diz o Observatório Astronómico de Lisboa. Ou  seja, quando forem 2 da manhã de domingo, 30 de outubro, recuamos os relógios para a 1 da manhã, isto é, a mudança ocorrerá na noite de sábado para domingo, mas logo às primeiras horas de domingo. Os aparelhos eletrónicos têm já programado o automatismo de mudança da hora, mas convém verificar todos os aparelhos e dispositivos que, não tendo esse sistema, carecem de mudança manual.

Entrevista com especialista em Psicologia Positiva. “A tristeza faz parte de nós, mas não é a nossa totalidade”
Entrevista com especialista em Psicologia Positiva. “A tristeza faz parte de nós, mas não é a nossa totalidade”
Ver artigo

Nos Açores, a alteração é adequada ao fuso horário. Assim, à uma da manhã, os relógios são atrasados para a meia-noite.

Recorde-se que a decisão de manter dois horários diferentes — inverno e verão — foi tomada pelo Estado português em 2019. Nessa altura, o Parlamento Europeu decidiu que cada país teria autonomia para decidir se queria manter apenas uma hora ao longo de todo o ano, ou ter horário de inverno e de verão, que foi a escolha de Portugal. Por isso, a hora voltará a mudar, agora para o horário de verão, a 27 de março de 2023.

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.