Dois dos quatro principais parques aquáticos do Algarve já reabriram para a temporada de 2020, mesmo no meio da pandemia causada pela COVID-19. O Zoomarine, na Guia, e o Slide & Splash, em Lagoa, abriram portas em junho, embora com muitas diferenças no seu funcionamento habitual.

Ambos os parques reduziram a lotação: o Zoomarine passou para um terço da sua capacidade, permitindo a entrada a três mil pessoas, ao contrário das nove mil habituais; já o Slide & Splash está a receber metade dos visitantes, com cerca de 2.100 pessoas a frequentar o parque, ao invés das 4.200 habituais.

Entre as várias medidas de segurança, os dois parques optam pela venda de bilhetes preferencialmente online e registo obrigatório, para que a gestão dos visitantes consiga ser feita atempadamente, de acordo com informações da Agência Lusa, citada pelo "Observador".

Parque Aquashow não abre este ano e Zoomarine reabre a 10 de junho — e com descontos
Parque Aquashow não abre este ano e Zoomarine reabre a 10 de junho — e com descontos
Ver artigo

Para além da redução da capacidade, Natália Neves, diretora operacional do Zoomarine, adiantou que os lugares nos estádios, para os espectáculos de golfinhos, por exemplo, são marcados, a higienização total do parque foi aumentada, criaram ruas de sentido único e marcaram o piso para que as pessoas circulem sempre do lado direito.

Mas apesar de todas estas medidas, a quebra de visitantes faz-se notar. “Reabrimos com uma autolimitação de 30% e infelizmente nem esse valor está a ser ocupado. Neste momento, nem 10% são usados”, disse Élio Vicente, diretor de Relações Externas do Zoomarine, à Lusa, também citado pelo "Observador". De acordo com o profissional, 2020 será um ano “terrível do ponto de visto financeiro”, e até “compensaria ficar fechado”, mas a obrigação “ética, zoológica e social, tem de ser honrada”, afirmou Élio Vicente.

Também o Slide & Splash implementou várias medidas para cumprir o distanciamento social, como a sinalização do distanciamento no pavimento, dispensadores de álcool gel por todo o parque ou a obrigação do uso de máscara nos espaços fechados. Nos vários relvados, estão desenhados quadrados para auxiliar ao distanciamento social e há uma indicação da sua lotação, para orientar os visitantes para as zonas menos ocupadas.

Mas também neste parque se estão a sentir as dificuldades financeiras. Paulo Santinha, diretor do Slide & Splah, admite que 2020 não será um ano para "ganhar dinheiro", mas sim para “colocar o equipamento a funcionar e disponibilizá-lo aos clientes”, para além do compromisso para com os funcionários.

Os outros dois grandes parques aquáticos do Algarve, o Aquashow em Quarteira, e o Aqualand, em Alcantarilha, já anunciaram que só voltam a abrir portas em 2021. No entanto, o Aquashow Hotel, mesmo junto ao parque, já reabriu.

Newsletter

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.
Subscrever

Notificações

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.