Kevin Alter tem um blogue, dá palestras a um público com mais de 25 mil estudantes e tem uma página de Facebook com mais de 500 mil fãs. O sucesso não surgiu pelas melhores razões, mas hoje Alter quer ajudar aqueles que passaram o mesmo que ele: o vício das drogas.

Estas fizeram parte de 20 anos da sua vida, chegando mesmo a dizer em entrevista à Fox News: "Perdi 20 anos inteiros com uma seringa e um saco de heroína". Tudo começou quando tinha apenas 17 anos, tal como conta no blogue "O Diário de um Viciado".

"Quando fiquei limpo, notei que havia um equívoco quanto ao viciado. Eu queria mudar isso, então fiz o meu melhor para humanizar o vício. Queria que as pessoas nos vissem pelo que realmente somos", diz no blogue.

Até conseguir largar as drogas, não foi um processo fácil. Durante anos tentou sair do vício, mas voltava a entrar frequentemente. A certa altura os pais fizeram com que o jovem entrasse num centro de tratamento hospitalar, onde conseguiu recuperar e depois de sair chegou mesmo a concluir os estudos.

Entrevista a um traficante de droga. "Vendi paracetamol por 10€ dizendo ser ecstasy"
Entrevista a um traficante de droga. "Vendi paracetamol por 10€ dizendo ser ecstasy"
Ver artigo

Tudo parecia estar encaminhado para passar o resto da vida longe das drogas, mas quando voltou a reencontrar os velhos amigos com quem começou a drogar-se, teve a primeira recaída: "Todos usavam drogas e eu voltei e comecei a esconder da minha família o melhor que pude", conta ao site "Bored Panda".

Mas depois de passar por um total de 29 centros de tratamento hospitalar, Kevin Alter está sóbrio há 3 anos e agora, com 31 anos, partilha no seu blogue e na página de Instagram a sua experiência e a de outras pessoas que conseguiram largar o vício — seja ele de drogas ou álcool.

São essas mesmas histórias que o "Bored Panda" selecionou e que lhe mostramos em galeria, onde pode ver as diferenças notórias do antes e do depois da recuperação.

Newsletter

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.
Subscrever

Notificações

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.