O divórcio de Melinda e Bill Gates, anunciado esta segunda-feira, 3 de maio, poderá tornar-se no mais caro de sempre, ultrapassando até o de Jeff Bezos. A separação do CEO da Amazon de MacKenzie Scott, em 2019, resultou numa separação dos bens que permitiu avaliar a fortuna de Scott em cerca de 59.9 mil milhões de dólares (o equivalente a 49 mil milhões de euros).

Apesar da separação inesperada, Bill e Melinda garantem que vão continuar o trabalho que têm vindo a fazer na The Bill and Melinda Gates Foundation — focada em melhorar as condições da população mais desfavorecida em todo o mundo. A rutura, no entanto, levanta questões sobre o destino da fortuna dos Gates — já que grande parte nunca chegou a ser doada à fundação, que pede aos mais ricos que doem parte das suas fortunas para ajudar na missão de apoiar as pessoas mais carenciadas.

Apple. Primeiro iPhone apresentado por Steve Jobs era uma fantochada (mas ele enganou toda a gente)
Apple. Primeiro iPhone apresentado por Steve Jobs era uma fantochada (mas ele enganou toda a gente)
Ver artigo

Neste momento, não se sabe exatamente como é que a divisão da fortuna será feita ou se, antes do casamento, os dois terão listado os bens que lhes pertencem e que continuarão a ser deles no caso de uma rutura. No entanto, espera-se que, devido ao volume da fortuna conjunta, este seja um dos divórcios mais caros de sempre, escreve a revista "Forbes".

Bill Gates, que cofundou a Microsoft, é considerado uma das pessoas mais ricas do mundo, com uma fortuna avaliada em cerca de 124 mil milhões de dólares — o equivalente 103 mil milhões de euros. O que complica ainda mais o processo é o facto de o casal residir em Washington, onde os bens adquiridos em conjunto (no caso de não haver um acordo pré-nupcial) serem considerados dos dois e devam, por isso, ser divididos de igual forma.

Caso Bill e Melinda Gates decidam dividir a fortuna de forma igualitária ( 50%, portanto), a fortuna de Melinda Gates passaria a estar avaliada em 62.25 mil milhões de dólares (51 mil milhões de euros) — mais do que MacKenzie Scott, ex-mulher de Jeff Bezos, que após a rutura ficou com uma fortuna de 59.9 mil milhões de dólares (49 mil milhões de euros).

Bill Gates e Emma Watson são algumas das celebridades com maior pegada de carbono, diz estudo
Bill Gates e Emma Watson são algumas das celebridades com maior pegada de carbono, diz estudo
Ver artigo

No total, não se conseguirá saber exatamente quanto custará o divórcio porque os documentos são confidenciais. Mas há estimativas. Após o divórcio de Jeff Bezos, MacKenzie tornou-se na terceira mulher mais rica do mundo. Os restantes divórcios mais caros do mundo incluem o dos multimilionárioa Bill e Sue Gross (1.3 mil milhões), o de Steve e Elaine Wynn (850 milhões de dólares), o de Harold Hamm e Sue Ann Arnaill (975 milhões de dólares) e, por fim, o de Roy E. e Patricia Disney (600 milhões de dólares).

Isto significa que, dependendo da forma como a fortuna é dividida, o custo do divórcio de Bill e Melinda Gates poderá ultrapassar o de Jeff Bezos e MacKenzie Scott e tornar-se no mais caro de sempre até agora.

"Continuamos a acreditar nesta missão e, por isso, continuaremos a trabalhar juntos na fundação"

Os dois anunciaram esta segunda-feira, 3 de maio, que se vão divorciar após 27 anos de casamento. O anúncio foi feito através de uma declaração assinada em conjunto, publicada nas suas páginas oficiais do Twitter.

"Depois de muita reflexão e muito esforço na nossa relação, tomámos a decisão de terminar o nosso casamento. Durante os últimos 27 anos, criámos três crianças fantásticas e críamos uma fundação que funciona em todo o mundo para que todas as pessoas possam levar uma vida saudável e produtiva", lê-se na nota conjunta.

Acabou. Kim Kardashian pede o divórcio a Kanye West após 7 anos de casamento
Acabou. Kim Kardashian pede o divórcio a Kanye West após 7 anos de casamento
Ver artigo

Apesar da separação inesperada, os dois garantem que, devido ao trabalho que têm vindo a desenvolver ao longo de vários anos, continuam a partilhar a ideia de dar corpo a esta missão em conjunto.

"Continuamos a acreditar nesta missão e, por isso, continuaremos a trabalhar juntos na fundação. Apesar disso, não acreditamos que seremos mais capazes de crescer enquanto casal nesta nova fase das nossas vidas". A nota termina com um pedido para que lhes seja dado "espaço" e a privacidade de ambos seja respeitada nesta nova fase das suas vidas.

Bill e Melinda Gates, casados em 1994, têm três filhos: Phoebe Adele Gates, Rory John Gates e Jennifer Katharien Gates, com 18, 21 e 25 anos, respetivamente.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.