Este domingo, 19 de setembro, foi encontrado um corpo no parque nacional de Wyoming, nos Estados Unidos, cuja descrição corresponde ao da jovem Gabrielle Petito, de 22 anos, que foi dada como desaparecida no passado sábado, 11 de setembro.

"No início do dia de hoje [domingo], restos humanos foram encontrados correspondendo à descrição de Gabrielle 'Gabby' Petito", anunciou o agente da polícia federal norte-americana (FBI), Charles Jones, em conferência de imprensa, citado pelo "Jornal de Notícias". De acordo com o agente especial do FBI, ainda não há 100% de certezas de que o corpo seja da jovem, nem foi determinada a causa da morte.

Gabrielle Petito despareceu durante uma viagem com o namorado. Caso está a intrigar os EUA
Gabrielle Petito despareceu durante uma viagem com o namorado. Caso está a intrigar os EUA
Ver artigo

"A identificação forense completa ainda não foi concluída para confirmar a 100% que encontrámos Gabby, mas a sua família já foi notificada", disse, citado pelo mesmo jornal, acrescentando que os investigadores ainda estão à procura de informações por parte de qualquer pessoa que tenha visto a jovem ou o namorado perto dos locais de acampamento localizados na zona este do parque, o mesmo local que foi alvo de buscas neste fim de semana.

O desaparecimento de Gabrielle Petito foi comunicado às autoridades pela família, depois desta não ter regressado com o namorado Brian Laundrie, de 23 anos, da viagem que se encontravam a fazer de autocaravana desde julho. A 1 de setembro, o namorado regressou a casa sozinho e recusou-se a colaborar com as autoridades, tendo depois sido identificado como "pessoa de interesse" no caso.

Depois do sucedido, também na quinta-feira, 16 de setembro, a família do jovem anunciou às autoridades que este estava desaparecido. Brian Laundrie terá sido visto pela última vez na terça-feira, 14, por familiares na Florida.

Os investigadores estão à sua procura numa reserva de vida selvagem, numa área de mais de 9712 hectares (Carlton Reserve) no condado de Sarasota, Florida, com mais de 160 quilómetros de trilhos, como também de acampamentos, escreve o "JN".

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.