A situação em Espanha é cada vez mais dramática. Depois dos relatos das várias mortes em lares de idosos, e das enchentes nos hospitais na sequência da pandemia do novo coronavírus, chegam agora notícias de outra situação perturbadora.

Segundo o jornal “Insider”, que cita o “Bloomberg”, há médicos e enfermeiros espanhóis a cobrir o corpo, em particular os braços, com sacos do lixo numa tentativa de não contrair COVID-19. Isto aconteceu por terem acabado os casacos descartáveis em alguns hospitais. 

COVID-19. Drama em Espanha: coronavírus entrou num lar, já matou 19 idosos e podem morrer muitos mais
COVID-19. Drama em Espanha: coronavírus entrou num lar, já matou 19 idosos e podem morrer muitos mais
Ver artigo

Esta situação acontece numa altura em que os profissionais de saúde estão esgotados devido ao ritmo de trabalho e num ambiente onde faltam cada vez mais equipamentos para tratar os doentes. “O trabalho é muito exaustivo, stressante. Estamos com a bata, com a máscara e com gorros, mas falta o oxigénio e os óculos estão embaciados”, explicou uma médica do Hospital Virgen de la Victoria, em Málaga, ao “El País”. “Nunca tinha vivido nada assim. Gostava que tudo fosse um filme e que eu conseguisse ver o fim”.

“Isto explodiu em cima de nós”, lamentou Pelayo Pedrero, chefe de prevenção de risco dos trabalhadores do sindicado dos médicos à “Bloomberg”. “Ninguém estava pronto para isso. Não há materiais, não preparam os hospitais para receber e tratar esses pacientes. E não digo isto apenas de Madrid, ou em Espanha, mas na Europa toda”.

Em Barcelona, por exemplo, a falta de máscaras de alta proteção está a levar a que os médicos e enfermeiros empilhem duas máscaras cirúrgicas menos protetoras, uma em cima da outra.

Newsletter

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.
Subscrever

Notificações

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.