Dois homens foram chamados à escola para ir buscar a filha, já que estavam na lista de contactos de emergência da criança, mas quando lá chegaram perceberam que estavam ali para ir buscar a mesma menina, ou seja, eram ambos pais da rapariga. A história foi revelada pela própria rececionista da escola, Sheena Jackson, que a partilhou na sua página de Tiktok, que conta já com mais de 13 milhões de visualizações. E chegou mesmo à estação de televisão FOX News.

Os dois homens chegaram à escola, no estado da Georgia, Estados Unidos, prontos para recolherem a criança e seguirem com as suas vidas. No entanto, quando se aperceberam de que estavam ali pela mesma menina, a situação complicou-se. E os ânimos exaltaram-se. "Entreolharam-se e um dos pais ficou do tipo 'Porque é que vais levar a minha filha? Quem és tu?'", relatou Sheena Jackson. Em forma de espanto, o outro homem respondeu: "O que queres dizer com isso? Eu sou o pai dela" – e começaram a agredir-se.

Foto de detalhe premiada mostra exatamente como é uma formiga. E é muito assustadora
Foto de detalhe premiada mostra exatamente como é uma formiga. E é muito assustadora
Ver artigo

A rececionista chegou à conclusão de que os dois homens estavam na lista de contactos de emergência agregados ao nome da criança, tendo ambas as identidades sido verificadas por razões de segurança. De seguida, teve de chamar o diretor da escola para a ajudar com aquele quebra-cabeças. Para resolver a situação, decidiram, então, ligar à mãe da menina.

Ao saber do encontro de ambos os homens (e do facto de estes terem partido para as agressões), a mãe da menina começou a "gritar e chorar" ao telefone, contou Sheena Jackson, acrescentando que tiveram de separá-los. Mas a violência não ficou por aqui. Ao ver a mãe da criança a chegar à escola, um dos supostos pais correu em direção a esta e bateu-lhe, acabando por ser preso.

Contudo, Sheena Jackson, no vídeo que publicou, conta o desfecho da história – e é relativamente simples. Então, a mãe andava a dizer a ambos os homens que eram o pai da criança. "Nunca ninguém soube de nada, isto é uma loucura", continuou a auxiliar, acrescentando que quem acabou por levar a menina para casa foi a avó. Isto porque, além de um dos pais ter sido preso, a mãe acabou nas urgências devido às agressões de que foi vítima.

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.